segunda-feira, 4 de maio de 2009

Atlético-MG troca Leão por Roth


Crédito da foto: Agência Estado

O Atlético Mineiro decidiu fazer uma mudança radical em sua comissão técnica. Após perder o título estadual para o rival Cruzeiro, o Galo demitiu Emerson Leão e contratou Celso Roth (foto), ex-Grêmio.
O estilo dos dois é bem parecido. Disciplinadores, Leão e Roth não costumam dialogar muito com os jogadores e, na base da força, tentam impor seu trabalho.
Esta troca aconteceu apenas para dar uma satisfação à torcida alvinegra, que cobrava uma atitude da diretoria após as goleadas sofridas contra o Cruzeiro, no Mineiro, e o Vitória, na Copa do Brasil. Na prática, não haverá grandes mudanças.

Defesa –
Um dos maiores problemas do Atlético é o seu sistema defensivo, incluindo o goleiro. Pressionado, o time comete falhas infantis e se entrega em jogos decisivos. Este ano, quando foi devidamente testada, a zaga do Galo demonstrou ser tão fraca quanto a do ano passado. Outro problema é o setor de criação. Sm um camisa 10 autêntico, a equipe não terá grandes ambições no Brasileiro. O lento Lopes não vai resolver esse problema. Qual a solução? Apenas boas contratações.

2 comentários:

Mada disse...

O que falta no Atlético é time. Não adianta ficar trocando de técnico. Sem falar que Roth foi aquele que levou o Galo para a 2ª divisão??????????????? Xô........Sai fora!

Marcos Goulart disse...

Caro Victor,
O Galo mineiro tem que procurar administrar o clube com a razão e não com a emoção. Deixar-se ser conduzido pela torcida apaixonada que também ao invés de ajudar o clube acaba é atrapalhando. Deveria agora deixar o Leão até o final do ano e não contratar outro técnico que traz mais incertezas do que soluções. Sorte ao Roth e esperamos que ele já traga algum resultado satisfatório nesse jogo em que o Atlético terá com o Vitória. Tem que vencer de mais de 3 gols se quiser continuar na Copa do Brasil. A equipe do Vitória tem a ousadia de ser pior do que a do Galo, mais teve a sorte de despachar o Atlético na primeira partida. A diretoria do Atlético tem que se inspirar em outros administrações como a do Cruzeiro e do Grêmio para querer melhorar a vida do clube.