domingo, 3 de maio de 2009

Cruzeiro é campeão invicto


*Clique nesta foto e guarde o poster do campeão mineiro em alta resolução

Crédito das fotos: Divulgação/VIPCOMM

Como era esperado, o Cruzeiro foi campeão mineiro. Hoje, a Raposa apenas administrou o jogo com o Atlético, no Mineirão, empatou por 1 x 1, e colocou a faixa sem perder para ninguém. Fabiano, aos 16 minutos do primeiro tempo, abriu o placar para o Galo, e Kléber, aos 21 minutos também da etapa inicial, empatou para o Cruzeiro. O time celeste levantou neste domingo o seu 36o titulo estadual e agora direciona o foco para a Libertadores.
"O nosso grupo de jogadores é muito bom, muito qualificado. O Adilson soube levar esse grupo muito bem. Isso é só o início e temos que trabalhar muito ainda para os próximos objetivos”, disse o volante Ramires, em entrevista ao site oficial do Cruzeiro.



Eis a equipe campeã: Fábio, Jancarlos (Elicarlos), Léo Fortunato, Gustavo e Gerson Magrão;Fabrício, Marquinhos Paraná, Henrique e Wagner; Kléber e Soares (Wellington Paulista).

A campanha - Em 17 jogos do Mineiro, o Cruzeiro venceu doze e empatou cinco, marcando 51 gols e sofrendo apenas 13, saldo de 38.



O goleador - Com 13 gols marcados, o atacante Kléber foi o artlheiro do Cruzeiro no Campeonato Estadual. O goleador da competição foi Diego Tardelli, do Atlético, com 16.



Libertadores - Na próxima quinta-feira, o Cruzeiro inicia o mata-mata da Libertadores contra o Universidad, em Santigo, no Chile.

Opinião - Em Minas, o Cruzeiro vive um período mágico. O clube é um dos mais organizados do País, tem um ousado programa de marketing, é bem administrado e montou em 2009 uma equipe muito competitiva. No Mineiro, a Raposa passeou mais uma vez e conquistou a taça com inteira justiça. Os destaques são o volante Ramires, o melhor da posição atuando no Brasil, e o atacante Kléber, que tem força, técnica e um excelente arremate.

A campanha e os autores dos gols da Raposa

1ª fase
Uberlândia 1 x 2 Cruzeiro (Gerson Magrão e Fernandinho)
Cruzeiro 5 x 0 Social (Jonathan, Ramires 2 e Wellington Paulista 2)
Villa Nova 2 x 3 Cruzeiro (Soares 2 e Ramires)
Cruzeiro 5 x 0 Guarani (Alessandro, Leonardo Silva, Wellington Paulista, Jonathan e Soares)
Cruzeiro 2 x 1 Atlético-MG (Ramires e Soares)
Uberaba 2 x 2 Cruzeiro (Jancarlos e Gerson Magrão)
Cruzeiro 4 x 1 Ituiutaba (Kléber 3 e Wellington Paulista)
Cruzeiro 0 x 0 Tupi
América 0 x 0 Cruzeiro
Rio Branco 1 x 1 Rio Branco (Wellington Paulista)
Cruzeiro 7 x 0 Democrata-GV (Gerson Magrão, Kléber 3, Ramires, Bernardo e Wanderley)

Quartas-de-final
Cruzeiro 1 x 0 Tupi (Marquinhos Paraná)
Tupi 2 x 7 Cruzeiro (Kléber 3, Ramires 2, Fabrício e Marquinhos Paraná)

Semifinal
Ituiutaba 1 x 4 Cruzeiro (Wellington Paulista, Kléber 2 e Wanderley)
Cruzeiro 2 x 1 Ituiutaba (Wanderley e Leonardo Silva)

Final
Cruzeiro 5 x 0 Atlético-MG (Kléber, Leonardo Silva 2 e Jonathan 2)
Atlético-MG 1 X 1 Cruzeiro (Kleber)


* (Algumas informações postadas foram colhidas no site oficial do Cruzeiro)

5 comentários:

Jane Alvares disse...

Pena que o Atlético não jogou bem na primeira partida. Se o tivesse feito, o resultado teria sido diferente. Hoje, é recolher as bandeiras e ver os cruzeirenses comemorarem.

Anônimo disse...

É CAMPEÃO!!!!!
ZÊEEEEEEEEEERO!!!!!!
CHORA CACHORRADA!!!!!
EU JÁ SABIA!!!!
VIROU ROTINA!!!!

FERNANDA NEVES(CAMPO BELO/MG)

Marcos Mineiro (Galo) disse...

O futebol como um tempo ficou impraticável torcer. Olha o futebol mineiro. Olha como está organizado? Olha o regulamento do campeonato, que permite um time ser campeão mesmo perdendo. Se o Galo ganhasse de 4 ou 5 ainda sim seria vice? Olha, pelo que manda a razão o vencedor é aquele que ganha de qualquer placar, e se o Cruzeiro ganhou de cinco e o Galo de dois, provocaria uma outra partida. Quem ganhar levava o título. Simples.

Anônimo disse...

Foi realmente uma lástima o Kalil ter trocado o treinador, pois ele não tem culpa se os jogadores do Atlético entregaram a 1ª partida decisiva.
Nunca fui mt fã do Leão, mas justiça seja feita, o que este time cresceu, foi com ele e temos que respeitá-lo.
No Brasil as coisas funcionam de uma forma estranha, jogador não joga, o treinador é penalizado.
Isto tem que acabar e é uma pena Kalil, que vc seja mais um a contribuir para que esta palhaçada siga em frente.
Parabéns ao "Eca de Cruzeiro", infelizmente fez por merecer e os jogadores do Galo, só tenho a dizer que lamento terem uma torcida tão grande e jogarem tão mal.

Doris disse...

É anonimo, vc disse comentou tudo que eu tinha a comentar neste site, infelizmente KALIL, vc se acha. Cuidade para não afundar ainda mais o Galo.
Parece que ultimante só temos tido no Galo presidentes que acham que são os donos do GALO.
Kalil, o Galo é da torcida, veja se com este novo treinador vc consegue fazer os jogadores darem pelo menos o mínimo.
VERGONHA GALO!!! VERGONHOSA SUA DECISÃO KALIL!!!!!VERGONHA DE SER ATLETICANA NESTE MOMENTO.