sexta-feira, 26 de junho de 2009

Mandante terá maioria dos ingressos no clássico entre Cruzeiro e Atlético-MG


Preocupados com a segurança dos torcedores, Atlético-MG, Cruzeiro, Polícia Militar e Ministério Público tomaram nesta quinta-feira uma medida radical: 90% dos ingressos para o clássico do dia 12 de julho, no Mineirão, vão ser destinados ao mandante do jogo, no caso a Raposa. Apenas 10% dos bilhetes ficarão com os atleticanos e toda a renda será do Cruzeiro. No jogo do dia 10 de outubro, o quadro se inverte e o Galo vai ter maioria absoluta no estádio.
Com essa medida, os dirigentes e autoridades vão tentar diminuir a violência no estádio até que o Mineirão seja totalmente reformado para a Copa 2014. Na Europa, esse tipo de divisão é antiga e, no Brasil, já é adotada no Rio Grande do Sul, Paraná, Bahia e São Paulo.

Galo definido
- Amanhã, às 16h, o Atlético-MG luta para manter a liderança do Brasileirão contra o Barueri. O time já viajou para o interior de São Paulo definido e vai jogar com: Aranha; Carlos Alberto, Alex, Werley e Júnior; Jonilson, Renan, Márcio Araújo e Evandro; Éder Luís e Diego Tardelli.

Garotos da Raposa
- Preocupado com a semifinal da Libertadores, o técnico do Cruzeiro, Adilson Batista, vai colocar amanhã um time reserva no jogo contra o Avaí, às 18h30, no Mineirão. O time deve entrar em campo com: Andrey; Jancarlos, Luizão, Anderson e Vinícius; Henrique, Mateus, Dudu e Bernardo; Wanderley e Zé Carlos.

Um comentário:

Anônimo disse...

Se persistir esse critério, os torcedores atleticanos deveriam lotar o estádio no dia de jogo em que a renda fosse do Atlético. Além de assistirem aos jogos, vão proporcionar renda ao Galo.