quinta-feira, 2 de julho de 2009

Corinthians fica com a taça da Copa do Brasil


O Corinthians conseguiu segurar o ímpeto do Internacional da mesma forma que fez com o Fluminense, nas quartas-de-final da Copa do Brasil, e o São Paulo, no Paulistão. Mortal nos contra-ataques, o Timão abriu vantagem de 2 x 0 no Beira-Rio nesta quarta-feira, com gols de Jorge Henrique e André Santos, e soube enervar o adversário como se fosse o mais catimbeiro dos times argentinos. No segundo tempo, o Colorado conseguiu empatar, com dois gols de Alecsandro, mas não teve forças para fazer mais três gols e tirar a taça da competição nacional do Parque São Jorge.



Organização - A conquista foi justíssima e premiou o time mais organizado do País no momento. O técnico Mano Menezes trabalhou o Corinthians de trás para frente. Com uma defesa sólida, formada por Alessandro, Chicão, William e André Santos, além dos volantes Cristian e Elias, o Timão consegue neutralizar as principais peças do adversário. Nesta quarta, por exemplo, Nilmar e D´Alessandro pouco fizeram em campo.
Douglas (foto) distribui as jogadas, mas, assim como os atacantes Dentinho e Jorge Henrique, sabe ocupar os espaços e fortalecer ainda mais o sistema de marcação. Na frente, o craque Ronaldo quando não decide, chama a marcação e abre espaços para os companheiros.
No gol, Felipe teve atuações seguras nesta Copa do Brasil e foi fundamental para a classificação nos duelos contra o Vasco, pelas semifinais, e no primeiro jogo contra o Inter.



O treinador - Mano Menezes (foto) conseguiu formar uma equipe coesa e operária, o sonho de qualquer treinador da era moderna do futebol. Ele escolheu o elenco com muito critério, teve tempo de entrosar a equipe na Série B, ganhou reforços de qualidade e conquistou três títulos em apenas sete meses (Segundona, Paulista e Copa do Brasil).

Fenômeno – Quarta, Ronaldo não jogou bem. Não deu trabalho à defesa colorada e foi um alvo fácil para o zagueiro Índio. Apesar do mau desempenho, o Fenômeno fez gols importantes para o Timão nesta Copa do Brasil e, como sempre, foi decisivo. No primeiro semestre, já conquistou os dois campeonatos que disputou e virou ídolo da Fiel.



Reforços – Com a conquista do tricampeonato da Copa do Brasil, o Corinthians já está garantido na Libertadores e promete montar uma grande equipe para 2010. Os meio-campistas Edu, do Valencia, e Lucas, do Liverpool, são os primeiros da lista da diretoria. O goleiro Dida, do Milan, e o lateral Sylvinho, ex-Barcelona, estão cotados, e o sonho de consumo do presidente Andrés Sanches é Carlitos Tevez (foto). Já existe até um projeto de marketing para que o argentino volte ao clube.

Artilheiros - Com sete gols, Taison, do Inter, foi o artilheiro da Copa do Brasil. No Timão, Ronaldo, Dentinho, André Santos, Jorge Henrique e Chicão marcaram três vezes.

Inter -
Lauro; Bolívar (Danilo Silva), Índio, Danny e Kleber; Glaydson (Alecsandro), Magrão, Guiñazu e D'Alessandro; Taison (Andrezinho) e Nilmar. Técnico: Tite.

Corinthians - Felipe; Alessandro, Chicão, William e André Santos (Diego); Cristian (Boquita), Elias e Douglas; Dentinho (Dentinho), Ronaldo e Jorge Henrique. Técnico: Mano Menezes.



Gols:
Jorge Henrique, aos 19, e André Santos, aos 28 minutos do primeiro tempo; Alecsandro, aos 25 e aos 29 minutos do segundo tempo.

Cartão vermelho: D'Alessandro (Inter). Elias (Corinthians).



Campanha do Timão

Itumbiara-GO 0 x 2 Corinthians
Misto-MS 0 x 2 Corinthians
Atlético-PR 3 x 2 Corinthians
Corinthians 2 x 0 Atlético-PR
Corinthians 1 x 0 Fluminense
Fluminense 2 x 2 Corinthians
Vasco 1 x 1 Corinthians
Corinthians 0 x 0 Vasco
Corinthians 2 x 0 Inter
Inter 2 x 2 Corinthians

Nenhum comentário: