quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Poucas e boas...


O Corinthians venceu ontem o Santos por 2 x 1 porque tem mais time e o técnico Mano Menezes sabe das coisas. O Timão imprensou o Peixe no primeiro tempo, mas parou na falta de pontaria de Souza. Na etapa final, quando perdia por 1 x 0, achou brechas na fraca defesa adversária e ganhou com gols de Bill e Chicão.

- Vale destacar que o segundo gol do Timão no clássico foi trabalhado nos treinos. Jogada muito bem ensaiada que morreu na rede do goleiro Felipe. Mano Menezes fica com o crédito pelo desenho desse lance.

- O Santos ganhou uma excelente opção na bola parada do lateral George Lucas. Nos últimos três gols da equipe do Brasileirão, contra Fluminense e Corinthians, com capricho, ele deixou a bola na cabeça dos definidores. Ponto para Luxemburgo, que o indicou.

- O vento do Sul não fez nada bem ao Atlético-MG. Em três rodadas, o Galo enfrentou Grêmio e Internacional e foi derrotado por 3 x 0. Entre esses jogos, a equipe empatou em casa com o vice-lanterna Sport. Tempos difíceis para Celso Roth.

- O Atlético já não vence há seis jogos e preocupa sua fanática torcida. Parado nos 34 pontos, o Galo já deu adeus à luta pelo título e precisa se recuperar logo para ainda sonhar com a vaga na Libertadores. Domingo, encara o Santo André, às 18h30, fora de casa. Se não vencer, dormirá abraçado com a crise.

- Desanimados com a Copa Sul-Americana, Botafogo e Atlético-PR não saíram de um chato empate por 0 x 0, ontem, em Curitiba. A partida de volta será no Engenhão.

- Os conselheiros do Fluminense articulam para derrubar o presidente Roberto Horcades. Mas aviso aos navegantes que esse é um erro estratégico: o dirigente só deve cair após o Brasileirão. Antes disso, o clube irá despencar com ele.

- O Tricolor já passou por isso em 1996, quando derrubou Gil Carneiro de Mendonça, o terrível, antes da queda ser consumada. A revolução não adiantou nada, já que a confusão política gerou mais intranqüilidade para a equipe.

- Quem é Tricolor fanático pode matar essa. Se o vice-geral José de Souza assumir o comando do Flu, vai faltar craques em campo, mas, certamente, o clube vai brigar em 2010 pela contratação de Thiago Pereira. É uma questão de escolha.

Nenhum comentário: