segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Button atende se for chamado de óbvio

Elementar, meu caro torcedor. O óbvio ululante marcou presença no Grande Prêmio de Interlagos, neste domingo, e deu ao inglês Jenson Button o título mundial de Fórmula 1. Ele terminou a corrida em 5º lugar e garantiu a taça por antecipação.
Rubens Barrichello não conseguiu mudar sua história e vai continuar ostentando a fama de fiel escudeiro. Para piorar, o brasileiro ficou apenas em oitavo na prova e perdeu até a vice-liderança do campeonato para Sebastian Vettel, da RBR, que ficou em quarto lugar. Dia 1º de novembro, em Abu Dhabi, Rubinho vai lutar apenas pelo vice. Tudo dentro do scripit.

Amigos para sempre - Bom amigo, Rubens Barrichello emprestou seu avião particular para Jenson Button comemorar o título mundial o mais rápido possível na Inglaterra. A amizade entre os dois provou que era muito maior do que a disputa pela taça. Quem leu o texto publicado neste blog antes da corrida, não se surpreendeu com os fatos registrados durante e depois o GP do Brasil.

Mundial de Pilotos


01 -Jenson Button » Brawn - 89 pontos
02 - Sebastian Vettel » Red Bull - 74
03 - Rubens Barrichello » Brawn - 72
04 - Mark Webber » Red Bull - 61

Próxima corrida - Dia 1o novembro, em Abu Dhabi

Nenhum comentário: