sexta-feira, 16 de outubro de 2009

O G-4 de São Paulo

Gaúchos, cariocas, mineiros e nordestinos que se cuidem. Neste ano, o G-4 paulista começa a ganhar força nos bastidores e, a partir da união dos dirigentes de Corinthians, São Paulo, Palmeiras e Santos, está pronto para dominar de vez o futebol nacional. Juntos, eles querem multiplicar os recursos de seus clubes, fazer contratos mais vantajosos com a TV e melhorar a qualidade do seu produto. Assim, os paulistas pretendem acabar de vez com a concorrência, principalmente com o avanço de marcas como as de Cruzeiro, Flamengo e Internacional. É a lei da selva no futebol.

Palmeiras em baixa - O Palmeiras foi abalado pela derrota contra o Náutico. Ninguém esperava no Palestra sair do Recife com 3 x 0 na bagagem e muitos jogadores começaram a ser questionados pela torcida. Tentando buscar o equilíbrio, Muricy Ramalho falou dos desfalques contra o Timbu, principalmente Diego Souza, e agora busca a recuperação domingo, contra o ascendente Flamengo, em São Paulo. Se vencer, o Verdão retoma o rumo do título; se perder, pode ser vítima de um processo de desconfiança que tomará conta do Palestra.

Fla e Cruzeiro - Flamengo e Cruzeiro são os clubes que vivem o melhor momento no Brasileirão. Os dois arrancaram nessa reta final do Segundo Turno e, ajudados por tropeços dos líderes, voltaram a sonhar com uma vaga na Libertadores. Domingo, o Rubro-Negro desafia o líder Palmeiras e o Cruzeiro duela com o ameaçado Botafogo. Os dois jogos prometem fortes emoções.

Francisco Carlos - O árbitro alagoano Francisco Carlos vai comandar no próximo domingo a partida entre Sport e Corinthians, às 16h, na Ilha do Retiro, no Recife. No último jogo que apitou na Série A, Botafogo x Atlético-MG, ele se redimiu dos erros disciplinares do duelo entre Náutico e São Paulo e ganhou força para dar continuidade ao seu trabalho na elite do futebol brasileiro.

Crédito da foto: Estadão

Nenhum comentário: