quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Reformas nos estádios de Alagoas

Passados os problemas jurídicos envolvendo o retorno do CSA à Primeira Divisão, um tema volta a ganhar força no cenário esportivo alagoano: as reformas dos estádios. A Federação Alagoana de Futebol estabeleceu prazo até o próximo dia 13 para que os dirigentes cumpram o caderno de encargos e adequem as praças esportivas às exigências da comissão de vistoria. Por enquanto, apenas o estádio do Corinthians-AL passou no teste. Os demais continuam precisando de reparos e do aval, principalmente, do Corpo de Bombeiros.
O problema é sério. Há dois anos, o futebol do Estado sofre com a falta de iniciativa dos cartolas. Acostumados a fazer pequenos reparos nos estádios às vésperas do Estadual, eles ainda não perceberam que as exigências triplicaram após a tragédia da Fonte Nova.
A FAF está muito preocupada porque sabe das implicações jurídicas que um acidente pode causar. Os dirigentes vão ser responsabilizados criminalmente caso pessoas fiquem feridas ou morram em decorrência de falhas estruturais das praças de futebol.
Do ponto de vista esportivo, também fica inviável organizar uma competição com dois ou três estádios. Se isso acontecer, o prestígio do campeonato vai para o espaço e, certamente, haverá enorme dificuldade para vender o produto futebol aos patrocinadores.

Discurso capitalista - Não gostei do discurso do técnico Gilmar Batista em sua apresentação aos jogadores do Corinthians-AL. Ele disse aos jovens jogadores do elenco que ninguém vai ganhar dinheiro no Timão, apenas usar o clube como uma ponte. Mas nem tudo é dinheiro no futebol. As conquistas e a luta por vitórias também são importantes para qualquer atleta e clube. Pisou na bola o treinador.

CRB - O CRB vai, enfim, movimentar sua equipe num jogo-treino marcado para domingo contra a seleção de Teotônio Vilela. O objetivo da diretoria é aumentar o grau de dificuldade dos adversários na medida em que o time for ganhando mais entrosamento.

Neto - O atacante Neto trocou na semana passada o CRB pelo União. O jogador foi anunciado como reforço do Galo, mas recebeu uma proposta vantajosa do clube do interior e não pensou duas vezes para deixar a Pajuçara.

Júnior Viçosa - O presidente do ASA, José de Oliveira, já disse que não vai contratar um centroavante de destaque para o Campeonato Alagoano. O objetivo do dirigente é valorizar o prata da casa Júnior Viçosa, que já ganhou a missão de comandar o ataque alvinegro no começo de 2010. Se houver necessidade, o clube reforça o setor para a Série B.

Subindo - O time infantil do CSA, que conquistou no último sábado o título do Campeonato do Sesi. Na base, o Azulão deu as cartas este ano e só não se destacou no sub-20 porque fez um time às pressas para essa categoria.

Descendo - O Corinthians-AL, que, mais do que nunca, adotou o discurso empresarial e parece não dar muita importância aos títulos. Sem muitos recursos para investir, o Timão entra em campo em 2010 para revelar talentos e fazer caixa. Com uma equipe muito jovem, deve ser apenas figurante na competição.

Charge: Marcelo San/O Jornal

Nenhum comentário: