sábado, 5 de dezembro de 2009

A seleção e o grupo da morte

A seleção brasileira caiu no grupo mais difícil da Copa da África. Tirando a Coreia do Norte, que não deve oferecer muita resistência, os outros dois adversários devem ser analisados com muito cuidado pela comissão técnica. Costa do Marfim é atualmente a melhor seleção africana e garantiu sua vaga no Mundial com muita facilidade. Time rápido e habilidoso, representa muito bem a escola de seu continente. Didier Drogba, do Chelsea, é o craque e dono do time.
A equipe-base joga com: Barry, Eboue, Bamba, Kolo Toure e Boka; Yayá Toure, Zokora, Tiene e Keita; Kalou e Drogba. O técnico é o sérvio Vahid Halilhodzic.

Lusos - Portugal perdeu parte de sua força após a saída de Felipão, mas era, sem dúvida, o adversário mais difícil do pote europeu no sorteio. O destaque da equipe é sua linha ofensiva, com os brasileiros naturalizados Deco e Liédson e o melhor jogador do mundo deste ano, Cristiano Ronaldo. Na defesa, o zagueiro alagoano Pepe, do Real Madrid, tem a estrela de xerife.

Vantagem - Contra Costa do Marfim e Portugal, a seleção tem tudo para encaixar seu jogo ofensivo, marcado pela velocidade. Os dois times jogam abertos, como o Brasil, e vão facilitar nossas ações ofensivas.

Estreia - A seleção estreia na Copa do Mundo dia 15 de junho, contra a Coreia do Norte. No dia 20 pega Costa do Marfim e encerra sua participação na primeira fase dia 25, diante de Portugal. Os dois primeiros colocados de cada chave passam de fase.Charge: Marcelo San/O JORNAL-AL

Grupos da Copa de 2010


Clique na imagem para ampliar

Nenhum comentário: