terça-feira, 19 de janeiro de 2010

Catanha volta ao CSA

“Mas o meu coração, na hora exata de trocar....” A frase da famosa música de Roberto Carlos fez eco na cabeça do atacante Catanha, que, no fim de semana, disse não ao CRB e definiu hoje o seu retorno ano CSA.

Personagens do CRB O CRB começou muito bem sua jornada no Campeonato Alagoano de 2010. Não que o Galo tenha feito uma partida espetacular, mas, em se tratando de uma estreia, o resultado de 2 x 0, em Palmeira, foi excelente. Sábado, o time regatiano dominou a partida até marcar seu gol.
Quando o jovem Wellington deixou sua marca nas redes de Alan, o CRB recuou demais e, para piorar, acabou perdendo o volante Emerson, machucado. O Galo acusou o golpe e passou a ser pressionado pelo adversário, que rondou o gol por quase 20 minutos.
Nessa etapa da partida, a participação defensiva do lateral Léo merece ser exaltada. O Tricolor tentava criar jogadas pelo lado direito da defesa regatiana, mas o jogador fez um excelente bloqueio.
No segundo tempo, o CRB deu uma equilibrada nas ações e matou o jogo com mais um gol de Wellington, que entrou no jogo em virtude do desfalque de Edmar e demonstrou muito potencial.
Léo, na marcação, e Wellington, no ataque, foram os personagens da partida. Jogadores jovens, eles provaram que o Galo não precisa de medalhões para fazer uma boa campanha no Estadual.

Preocupação - A torcida do CRB ficou preocupada com um aspecto em relação à equipe. Nesse início de temporada, o Galo teve problemas com dois jogadores por causa de lesões musculares: Alex Lima desfalcou a equipe nos amistosos, e Emerson deixou o campo ainda no primeiro tempo da partida contra o CSE.

Destaque - O melhor jogador do CSE na partida de sábado foi, sem dúvida, o goleiro Alan, que salvou o time de levar mais gols. O restante do elenco é apenas esforçado e, apesar de ter pressionado o CRB em alguns momentos do jogo, não teve força ofensiva para vencer o goleiro Filipe.

Coruripe avassalador
- O destaque da rodada foi, sem dúvida, o Coruripe, que vinha sendo questionado pela torcida após perder o último amistoso antes do Estadual, por 2 x 0, para o River-SE. No Alagoano, o Hulk atropelou o União por 6 x 3 no domingo e provou que um dos pontos fortes de sua nova equipe é o poder de fogo. Nesse jogo, aliás, as defesas pareciam ainda estar no primeiro dia de pré-temporada.

Sempre fora de casa
- O Corinthians-AL não se intimidou diante do ASA e, mesmo enfrentando o atual campeão alagoano, teve forças para, na base da correria, buscar o empate por 2 x 2. Curiosamente, os jogadores do Alvinegro disseram que o resultado foi bom, porque o ASA jogou fora de seus domínios. O detalhe é que, sem o Coaracy da Matta Fonseca, todas as partidas do atual campeão alagoano vão ser disputadas longe de Arapiraca.

Expulsos - A partida entre Corinthians-AL e ASA terminou com dois atletas expulsos. O atacante Léo recebeu o cartão vermelho pelo lado do Timão, e o zagueiro Edson Veneno foi para o chuveiro mais cedo com a camisa alvinegra. Os dois desfalcam suas equipes na segunda rodada.

Alçapão - Não foi à toa que a diretoria do Ipanema batalhou tanto para liberar o Estádio Arnon de Mello para a estreia do time no Alagoano. O Canarinho sabe usar como poucos no Estado o seu campo e, domingo, colocou o Penedense no alçapão, vencendo o duelo por 1 x 0. Quando não há um grande investimento na formação da equipe, a importância dos jogos dentro de casa aumenta muito.

Experiência
- O Murici entrou no campeonato com a ideia fixa de, pelo menos, chegar à fase final. Para isso, a diretoria contratou jogadores experientes, como o meia Da Silva, e o investimento já começou a dar frutos no Estadual. Domingo, o Alviverde venceu o Santa Rita, fora de casa, por 1 x 0, gol de Alex, e ganhou moral para o duelo de amanhã com o CRB.

Subindo - O atacante Wellington, do CRB. Ele foi decisivo para a vitória regatiana no último sábado e já provou que não vai ficar tranquilo enquanto estiver como terceira opção para o ataque. Rápido e oportunista, o jogador foi a grata surpresa da primeira rodada.

Descendo - O União, que estreou no Estadual sofrendo uma goleada por 6 x 3, em Coruripe. A recuperação precisa ser rápida para o time não se acostumar com a última colocação. Neste ano, dois clubes vão cair para a Segunda Divisão do Estadual.

Nenhum comentário: