terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Flu em busca de um atacante


O Fluminense está dividido entre três nomes para o ataque: Kléber Pereira (foto), ex-Santos, Val Baiano, ex-Barueri, e André Lima, ex-Botafogo. Alguns membros da diretoria até acham que o artilheiro do Peixe é mais jogador, mas a idade, 34 anos, está pesando para a concretização do negócio. Val é um jogador mais jovem, que obteve grande destaque no Brasileiro do ano passado, mas precisa ainda mostrar serviço num grande clube. André seria um reserva de luxo para Fred, mas também ganha muito.
Depois de o Flu apresentar dificuldades ofensivas contra o Volta Redonda, quando Fred não pôde atuar, a investida nos atacantes passou a ser maior. Os dirigentes temem que o artilheiro sofra alguma lesão e o problema ganhe maiores proporções em fases decisivas dos campeonatos. Além do Tricolor, o Inter também demonstrou interesse em Kléber.

São Paulo - A diretoria tricolor colocou a mão no bolso após o início claudicante do time no Paulistão e acertou com o meia Cléber Santana, que se destacou com a camisa do Santos e também defendeu o Atlético de Madri. Outro que chegou ao Morumbi foi o zagueiro Alex Silva, ex-Hamburgo.

Atlético-MG - O Galo de Luxemburgo não empolgou na estreia no Mineiro. O time apresentou muitos problemas defensivos no empate por 1 x 1, domingo, com o América, e o treinador já pediu reforços ao presidente Alexandre Kalil. O primeiro da lista deve ser o volante Zé Luís, ex-São Paulo. O jogador faz exames médicos em Belo Horizonte e pode ser anunciado a qualquer momento. Resta saber se essa contratação vai valer manchete no Twitter de Kalil.

Botafogo - Minhas previsões sobre a defesa do Botafogo se concretizaram no clássico de domingo contra o Vasco. O time simplesmente não marcou o adversário e sofreu a goleada histórica, em casa, de 6 x 0. Como não conseguiu arrumar a casa e aceitou contratações questionáveis, Estevam Soares pagou o pato e foi demitido. Joel Santana foi chamado para apagar o incêndio.

Dodô - Esse foi um dos maiores desperdícios do futebol brasileiro. Se tivesse uma cabeça boa, estaria entre os maiores jogadores da atualidade. Talento não lhe falta.

Nenhum comentário: