terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

Muricy é questionado no Palmeiras

O Palmeiras precisa montar um ataque de qualidade para lutar por títulos neste ano. Por enquanto, falta força ofensiva ao Verdão. Mesmo assim, a torcida ficou na bronca com o empate por 1 x 1, sábado, diante do Botafogo-SP, e Muricy Ramalho está longe de ser unanimidade no Palestra.

Luxemburgo - No Atlético-MG, Luxemburgo ainda não encontrou a química entre os jogadores. Uma série de empates no Estadual já deixa a massa alvinegra desconfiada. Sábado, contra o Cruzeiro, ou as coisas se acertam ou a pressão vai fazer a panela apitar.

Cruzeiro - Impressionante como um clube com o poder do Cruzeiro comete um erro tão crasso no seu departamento de futebol. Por ter colocado Wellington Paulista em campo no Mineiro de forma irregular, a Raposa perdeu três pontos. Imaginem se fosse na Libertadores.

Flu - O Fluminense perdeu a magia do final do ano passado após a derrota para o Flamengo. Vai ter que ganhar clássicos para recuperar a confiança da torcida. Contra o Vasco, faltou perna para Fred decidir.

Flu II - O patrocinador Celso Barros dá pitaco no futebol do Flu e o presidente Horcades retruca em seguida. Já vi esse filme de terror antes nas Laranjeiras.

Vasco - O trio ofensivo do Vasco está muito bem encaixado. Juntos, Phillipe Coutinho, Carlos Alberto e Dodô dão muito trabalho às defesas. Pena que Coutinho vai para a Inter no meio do ano.

Flamengo - Muita gente pergunta nesse período se carnaval em excesso faz mal aos atletas. Vamos saber amanhã, na semifinal da Taça Guanabara entre Flamengo e Botafogo. Se o Rubro-Negro jogar bem e vencer, a resposta é não.

Botafogo - Por falar em Botafogo, a torcida espera com ansiedade a estreia dos novos contratados: o zagueiro Danny Morais (ex-Inter), o volante Sandro Silva (ex-Palmeiras) e lateral Jancarlos (ex-Cruzeiro). Dos três, o volante é o melhor. Sobre a estreia dos atletas? Só na Taça Rio.

Equilíbrio - Até agora, não há bichos papões no futebol brasileiro. Todos os times ainda estão em formação e as diretorias precisam ter paciência para não tomarem decisões precipitadas.

Santos - No Santos, a ordem é exaltar Neymar, que está realmente fazendo a diferença. Contra o Rio Claro, foi um dos responsáveis pela virada e, por consequência, a ascensão do time à liderança isolada do Paulistão. Nesse jogo, Robinho ficou devendo.

Seleção - Ronaldinho Gaúcho voltou a jogar bem na Itália. Hoje, o Milan perdeu por 3 x 2 para o Manchester, pela Liga dos Campeões, mas o armador conseguiu se destacar, marcando um gol e dando assistência perfeita para Seedorf fazer o segundo. Ele só precisa emplacar uma série de boas atuações para aumentar a dúvida de Dunga. Pelo visto, a torcida brasileira já aprova o seu retorno à seleção.

Real Madrid - Kaká foi mal e o Real perdeu hoje do Lyon pela Liga dos Campeões, por 1 x 0, na França. No dia 10 de março, em Madri, eles decidem quem continua na competição.

2 comentários:

Ciro disse...

Muricy e Luxemburgo estão ultrapassados. Os resultados não mentem. Adilson Batista é o melhor técnico do País.

João Carlos Castello Branco disse...

De fato, procede o comentário referente ao SANTOS... Santos e São Paulo são os times paulistas que nunca foram à Segundona!! A estatística do Paulista não estava nos dados coletados na matéria da segundona!

Atc,

João Carlos Castello Branco Filho