sábado, 6 de março de 2010

Adriano pode perder vaga na Copa

O atacante Adriano, do Flamengo, se envolveu nesta semana em mais uma grande confusão, e não tenho dúvidas em afirmar que ele corre sério risco de não ir à Copa. No ano passado, durante o episódio de seu isolamento na Vila Cruzeiro, no Rio, a comissão técnica da seleção brasileira chegou a descartar uma nova convocação.
O atacante acertou seu retorno ao Flamengo, recuperou a motivação de jogar futebol e foi fundamental para a conquista do título brasileiro pelo clube da Gávea. Assim, ganhou uma segunda chance de Dunga e estava no caminho da África.
Agora, com este problema estampado nos princiais sites e jornais envolvendo Adriano, outros jogadores do Flamengo e sua noiva, Joana Machado, Dunga vai pensar 500 vezes antes de fechar a lista no dia 10 de maio. Hoje, conhecendo bem o perfil do treinador da seleção, existe uma grande possibilidade de Grafite roubar a vaga do Imperador na África. Quem viver verá.

Eis a matéria publicada hoje pelo Jornal Extra, do Rio, e assinada pelo jornalista Caio Barbosa:

Socos, pontapés, festa regada à funk na favela, bebedeira e quebra-quebra. Estes foram os ingredientes que vão desfalcar o Flamengo de seu principal jogador, o atacante Adriano, no jogo de amanhã, contra o Resende, em Volta Redonda, e no de quarta-feira, contra o Caracas, pela Libertadores.
Ontem à tarde, na Gávea, o Imperador faltou ao treino mais uma vez, completando o nono dia longe do clube. O volante Kleberson, que estava na seleção com o jogador, treinou normalmente. Após a atividade, o vice de Marcos Braz explicou o motivo da ausência do atacante, revelando que Adriano não teria condições de atuar nos próximos dois jogos.
O dirigente não quis entrar em detalhes sobre o problema, mas entre os muros da Gávea fala-se abertamente dos motivos do afastamento do Imperador. Na última quinta-feira, os jogadores do Flamengo se juntaram a Adriano num jantar na Barra da Tijuca. De lá, Adriano, Vagner Love, Bruno, Álvaro e alguns jovens do elenco partiram para um churrasco numa festa ao som do funk, no Morro da Chatuba, na Penha.
Os atletas não contavam, porém, que Joana Machado, noiva do atacante, fosse à favela atrás do craque. Revoltada, ela começou a apedrejar os carros de Vagner Love e Álvaro. Ao se dirigir para o do goleiro Bruno, foi contida e ofendida pelo capitão do time.
- O meu carro você não quebra, não, sua p... - gritou Bruno.
Adriano, então, interveio e foi agredido a socos por Joana Machado. O jogador revidou as agressões da noiva, sob olhares dos chefes do tráfico local, e pediu aos traficantes para que a expulsassem da favela. Caso ela se recusasse, Adriano deu ordem para que ela fosse amarrada a uma árvore até o amanhecer.
Há duas semanas, o casal se meteu em outra confusão. Joana quebrou diversos objetos na casa de Adriano, de onde foi expulsa para a casa dos pais, no Jardim Botânico. Joana e Adriano começaram o namoro em 2008, quando o jogador estava na Itália, atuando pela Inter de Milão. No início deste ano, após muitas brigas e reconciliações, Adriano e Joana ficaram noivos, logo após ela ter dito que fez aborto de um filho do jogador e que ele ficava incontrolável quando bebia.

4 comentários:

doris disse...

Não vi esta matéria sobre o escandalo. gostaria q vc colocasse no seu blog

Anônimo disse...

Sim o Adriano vai pra copa de qualquer jeito, Dunga já disse que o ocorrido é problema do flamerda e não muda nada na decisão dele.

nado disse...

tomara q n va

Doris disse...

Obrigada pela matéria. Muitos colegas leram hj no seu blog e vieram comentar o desastre desses craques. Não tem estrutura msm.
Não vou julgar se ele deve ou não ir pra seleção, mas fico triste de ver como as pessoas estão se perdendo.
Valeu pela força de colocar a matéria.