sábado, 13 de março de 2010

Lucas Di Grassi ganha sua chance

O brasileiro Lucas Di Grassi, de 25 anos, é outro estreante na Fórmula 1. Ele vai correr na também iniciante equipe Virgin Racing e, a princípio, vai lutar para completar a prova do Bahrein. O piloto sabe das limitações de seu carro, mas disse que esse aprendizado é importante para a sua evolução e de seu time.
“Tudo é muito novo para mim, para os mecânicos e até para os diretores da Virgin. Não podemos esperar uma performance fantástica do carro, porque esse projeto foi iniciado há seis meses. As equipes de ponta do grid estão há mais de 30 anos na Fórmula 1 e evoluem a cada temporada. Estamos vencendo etapas com cautela, mas posso garantir que desde os treinos em Silverstone, até agora todos melhoraram. Já fui para alguns GPs como piloto reserva da Renault, mas essa sensação é diferente. O foco é outro, mas tudo é muito emocionante”, explicou o brasileiro.
Di Grassi tem mesmo uma certa experiência na Fórmula 1. Em 2004, foi escolhido entre cem competidores para participar do programa de desenvolvimento de jovens pilotos da Renault, ficando na equipe por quatro anos nessa condição. Depois, correu na GP2 Series e foi o piloto reserva de Fernando Alonso e Nelsinho Piquet em 2008. Ainda voltou à GP2 e esteve bem perto no ano passado de assumir um carro na principal categoria do automobilismo, oportunidade que acabou surgindo nesta temporada.

Nenhum comentário: