quarta-feira, 3 de março de 2010

Ranking do investimento nos estádios para 2014

O Ministério dos Esportes divulgou mais uma estimativa de investimentos nos estádios do País que vão receber os jogos da Copa do Mundo de 2014. A maior quantidade de recursos vai ser aplicada no Estádio Mané Garrincha, de Brasília, com um orçamento para as obras no valor de R$ 600 milhões. Em segundo lugar, bem perto do primeiro, aparece o Vivaldão, de Manaus, com investimento de 580 milhões.  O Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, vai receber o menor investimento entre as 12 praças esportivas escolhidas, com R$ 130 milhões. O Mineirão, em Belo Horizonte, vai ter apenas na primeira etapa R$ 50 milhões, mas o custo total do projeto só vai ser divulgado neste mês. Na Fonte Nova, que simbolizou a mudança de rumos nos estádios brasileiros após tragédia recente, o projeto de obras fechou no valor de R$ 550 milhões, numa parceria público-privada.

 Rio – O Maracanã, que além da decisão da Copa vai ser palco das principais competições das Olimpíadas de 2016, tem um projeto no valor de R$ 430 milhões - lembrando que o estádio já passou por amplas reformas para o Pan de 2007.

 São Paulo – O Morumbi, que vem sendo constantemente criticado pela Fifa por falta de espaço para estacionamento, teve o projeto avaliado em R$ 250 milhões.

 Veja o ranking de investimentos nos estádios para a Copa de 2014: 

1- Estádio Mané Garrincha (Brasília) – R$ 600 milhões
2- Vivaldão (Manaus) – R$ 580 milhões
3- Fonte Nova (Salvador) – R$ 550 milhões
4- Cidade-Copa (Recife) – R$ 500 milhões
5- Maracanã (Rio) – R$ 430 milhões
6- Verdão (Cuiabá) – R$ 430 milhões
7- Castelão (Fortaleza) – R$ 400 milhões
8- Cidade das Dunas (Natal) – R$ 300 milhões
9- Morumbi (São Paulo) – R$ 250 milhões
10 -Arena da Baixada (Curitiba) - R$ 138 milhões
11 - Beira-Rio (Porto Alegre) – R$ 130 milhões
12- * Mineirão (Belo Horizonte) – R$ 50 milhões na primeira etapa (custo total ainda vai ser divulgado)

Nenhum comentário: