terça-feira, 2 de março de 2010

Seleção joga bem na despedida

No último teste antes da convocação para a Copa, a seleção brasileira jogou muito bem. O time de Dunga pegou uma Irlanda ofensiva - que surpreendeu ao adiantar sua marcação -, sofreu uma pressão no início do jogo, mas, com qualidade, conseguiu dominar as ações e vencer por 2 x 0, em Londres. Destaque para Robinho (foto), autor de um gol e da jogada que fez Andrews marcar contra, e para a segurança do goleiro Júlio César, do lateral Maicon e do zagueiro Lúcio.

Grafite - Bem postada, a seleção brilhou no segundo tempo. Com a entrada de Grafite, o time fortaleceu o sistema ofesnivo, já que Adriano foi a peça mais apagada em campo, e imprensou os irlandeses. O segundo gol teve 22 toques e merece grande destaque. Nilmar também infernizou os zagueiros na etapa final e demonstrou que está em grande forma.

Linha de Dunga - Em entrevista ao canal Sportv, o técnico Dunga disse que avalia os convocados a partir da participação deles durante os 90 minutos dos jogos. Jogadores que acendem e apagam nas partidas não interessam ao treinador. Para Dunga, a técnica precisa estar a serviço da dedicação. Recado direto para Ronaldinho.
Michel Bastos - Não comprometeu, mas apoiou bem menos que Maicon. Ainda não é o jogador ideal para ser o titular da lateral-esquerda da seleção, mas deve ser convocado para o Mundial.

BRASIL -Julio César, Maicon (Carlos Eduardo), Lúcio (Luisão), Juan, Michel Bastos; Gilberto Silva, Felipe Melo, Ramires (Daniel Alves) e Ronaldinho Gaúcho; Robinho (Nilmar) e Adriano (Grafite).

IRLANDA - Shay Given; Stephen Kelly, McShane, Sean Ledger e Kilbane; Liam Lawrence (McCarthy), Glenn Whelan (Gibson), Keith Andrews e Damien Duff (McGeady); Robbie Keane e Kevin Doyle.

Nenhum comentário: