domingo, 11 de abril de 2010

Santos não é imbatível, mas colocou a mão na taça

Algumas conclusões podem ser tiradas do eletrizante clássico de hoje entre Santos e São Paulo. O ataque do Peixe realmente faz a diferença, mas o time está longe de ser imbatível. Abriu 2 x 0 no Morumbi, e mesmo com um homem a mais – Marlos foi expulso aos 32 min. da primeira etapa – chegou a levar o empate do Tricolor. Num lance de sorte, o zagueiro Durval decretou a vitória do Santos no finalzinho da partida por 3 x 2.

Mais perto - A segunda conclusão é que dificilmente o Santos vai perder o título paulista. Apesar de não ter atuado bem no segundo tempo, a vitória fora de casa e a vantagem conquistada na primeira fase, dão ampla vantagem ao Peixe. No jogo de volta, o time atua na Vila Belmiro e ainda pode perder por um gol de diferença. Na outra semifinal, o Santo André derrotou o Prudente por 2 x 1.

Arriscou - O técnico Dorival Júnior foi ousado ao escalar apenas um homem de contenção no clássico. Somente Arouca ficava para marcar e o Santos atacava com Marquinhos, Paulo Henrique Ganso, Neymar, André e Robinho. Quando precisou se defender para segurar o resultado, o Peixe apresentou os mesmos problemas da derrota contra o Palmeiras, mas dessa vez conseguiu vencer o clássico.

Taça Rio I - A arbitragem foi decisiva para a formação da final no Campeonato Carioca entre Botafogo e Flamengo. Os árbitros foram péssimos nos jogos das semifinais e deixaram jogadores de Fluminense e Vasco revoltados. Nenhuma novidade em se tratando do Cariocão. Sem ter nada com isso, Botafogo e Flamengo venceram os clássicos, por 3 x 2 e 2 x 1, e decidem a Taça Rio no próximo domingo. Se Alvinegro derrotar o rival, conquista o título estadual por antecipação.

Taça Rio II - No Rio, o Campeonato Estadual deste ano não pegou. A média de público é baixa e o nível das partidas está à altura. Campeão do Primeiro Turno, o Botafogo apresenta um futebol previsível e um estilo de jogo que prejudica o espetáculo, refletindo a baixa qualidade do Carioca.

Atlético e Cruzeiro - Em Minas, o Atlético-MG venceu o Democrata na primeira partida da semifinal, ontem, por 2 x 1. Hoje, o Cruzeiro empatou, também fora de casa, com o Ipatinga por 0 x 0. No final das contas, Galo e Raposa devem se pegar na decisão.

Crédito da foto: Gaspar Nóbrega/VIPCOMM

Um comentário:

Maria disse...

Será que desta vez o Galo vai conseguir superar a Raposa? Tomara que sim.