domingo, 13 de junho de 2010

Alemanha merece respeito

Uma das seleções mais respeitadas da história das Copas está jogando hoje na África. A Alemanha realmente assusta os adversários quando o assunto é Mundial. Já conquistou o tricampeonato, em 1954,1974 e 1990, e ainda foi quatro vezes vice-campeã, em 1966, 1982, 1986 e 2002. Para completar os números favoráveis, vale lembrar que das 16 Copas o país disputou ficou entre os quatro primeiros doze vezes. Em 92 partidas, foram 55 vitórias, 19 empates e 18 derrotas.
Com um futebol marcado pelo forte jogo defensivo, a agilidade e o excelente poder de conclusão de seus atacantes, a seleção fez estragos por onde passou. Em 2006, atuando em casa, os alemães passavam por um período de transição. Mesmo assim, conseguiram bons resultados e foram eliminados apenas pela Itália nas semifinais.
A Alemanha se classificou com tranqüilidade para o Mundial da África. Nas eliminatórias, ficou em primeiro lugar no Grupo 4 europeu, que também contava com Rússia, Finlândia, País de Gales, Azerbaijão e Liechtenstein. Em dez jogos, o time venceu oito e empatou dois, somando 26 pontos. O ataque marcou 26 gols e a defesa sofreu apenas cinco. Miroslav Klose foi o artilheiro da equipe, com sete gols marcados.
Nesse Mundial, a Alemanha caiu na chave D, ao lado de Austrália, Sérvia e Gana. Apesar de o técnico Joachim Löw ter perdido jogadores importantes, como o meia Ballack, a equipe tem uma base competitiva, com destaque para o meio-campista Schweinsteiger e o lateral Lahm, ambos do Bayern de Munique, e tem grandes possibilidades de se classificar em primeiro lugar na chave. Hoje, o time entrou em campo, às 15h30, contra a Austrália.

Caçador de favoritos - A Copa do Mundo já teve duas seleções mágicas que não foram campeãs: a Hungria, de 1954, e a Holanda, de 1974. Em comuns, esses times têm as derrotas nas finais do Mundial e o algoz: a Alemanha. Os favoritos desse ano que se cuidem.

Nenhum comentário: