terça-feira, 22 de junho de 2010

A expulsão de Kaká

Dentro do contexto da partida, a expulsão de Kaká foi injusta. O árbitro errou no lance do segundo gol brasileiro e quis compensar. Deixou de punir com veemência jogadas mais ásperas, principalmente dos marfinenses, e deu salvo-conduto aos jogadores para se estranharem. No final da partida, tentando restabelecer a ordem, resolveu punir o camisa 10 brasileiro. Se observarmos as regras do futebol, o cartão vermelho foi bem aplicado, mas ele demonstrou que o juiz não teve critério ao longo dos 90 minutos.

Nenhum comentário: