domingo, 4 de julho de 2010

Jornais do mundo fazem piada com eliminação brasileira

A derrota brasileira para a Holanda nas quartas de final da Copa do Mundo, por 2 a 1, na última sexta-feira, foi objeto de piadas e provocações de jornais de vários países do mundo neste sábado.
A começar pelos jornais argentinos, o time brasileiro de Dunga foi alvo de muitas críticas. O "Olé", diário esportivo mais famoso da Argentina, colocou uma foto de Kaká se lamentando após o jogo e estampou o título: "Compre uma LCD", se referindo ao fato de que o brasileiro agora só poderá acompanhar o resto da Copa pela TV, assim como os argentinos terão de fazer após a goleada por 4 a 0 sofrida diante dos alemães, neste sábado.
O "Clarín", maior jornal da Argentina, foi mais comedido ao comentar a eliminação brasileira. "Perdido, o Brasil deu adeus prematuro", titulou em sua capa.
Na Espanha, o jornal "As" não poupou críticas as treinador da seleção brasileira. "O Mundial fica órfão, triste, mas foi um castigo. O Brasil pagou pela covardia de Dunga", escreveu.
Outro grande jornal espanhol, o "Marca" estampou: "Holanda inunda o Brasil com lágrimas. A Laranja elimina a pentacampeã pelas mãos de um genial Sneijder". De quebra, responsabiliza Felipe Melo pela eliminação brasileira e destaca o fim da trajetória de Dunga na seleção. "O gol de Sneijder (o segundo da Holanda) era o fim de Dunga e da seleção canarinha".
Já a imprensa holandesa preferiu exaltar o feito da seleção do país e projetar a possível conquista da Copa a tripudiar com os brasileiros neste sábado. O jornal local "Algemeen Dagblad" trouxe a manchete "A laranja pode crer em um título mundial" e destacou que os jogadores holandeses exibiram "potência de campeões".
No "De Volkskrant", a manchete foi "Com personalidade, vencemos o Brasil", enquanto o "De Telegraaf" qualificou a virada holandesa como um "milagre". "A Holanda superou a 'Síndrome Brasil'", enfatizou.
O "The New York Times", mais famoso jornal norte-americano, destacou a queda do gigante do futebol mundial. "A favorita da Copa vai para casa", estampou o diário, que escreveu que essa vitória sobre o Brasil foi a maior da seleção holandesa em Copas desde a década de 70, quando a Holanda foi duas vezes vice-campeã mundial, em 1974 e 1978.

Nenhum comentário: