sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Muricy é o rei do planejamento

O técnico Muricy Ramalho analisa a tabela com muito cuidado
O técnico Muricy Ramalho é um exemplo de trabalho planejado. Recentemente, seu ex-auxiliar no São Paulo, Milton Cruz, falou um pouco sobre a estratégia do treinador para disparar no Brasileirão. Ele analisa a tabela bem antes de a competição começar e procura trabalhar o time para buscar o diferencial: vencer os mais fracos em casa e surpreender fora. Algumas partidas podem terminar empatadas, dependendo do adversário. Se perder pontos que não estavam dentro do planejamento, o técnico enlouquece seus jogadores para tentar recuperá-los em desafios mais complicados.
Trabalhando dessa forma, Muricy tem a impressionante média de sete derrotas por ano e já conquistou três Campeonatos Brasileiros. Hoje, após 16 rodadas do Nacional, o Fluminense, time que comanda, já abriu cinco pontos para o segundo colocado e não perde há 13 jogos.

Corinthians - O Corinthians tem sérios problemas fora de casa. No Pacaembu, o Timão dificilmente sai de campo sem a vitória nesse Brasileirão, mas, no campo inimigo, costuma destoar. Quarta, contra o Cruzeiro, até que não jogou mal. Pressionou, criou chances, mas desperdiçou um pênalti, com Bruno César, perdeu por 1 x 0 e viu o Flu livrar cinco pontos na dianteira da competição.

Carlos Alberto - Eder Luís, Zé Roberto e Felipe, contratados recentemente pelo Vasco, por enquanto, são satélites de Carlos Alberto. O camisa 10 do time está realmente fazendo a diferença e leva nas costas mais da metade do poder ofensivo cruzmaltino. Suspenso, ele não pegou o São Paulo e o Vasco saiu de campo sem dar um mísero chute a gol. Pelo menos, arrancou um empate por 0 x 0 no Morumbi.

Cruzeiro - Na história do Brasileirão por pontos corridos, o clube que mais pontuou foi o Cruzeiro de 2003. A Raposa fechou a competição com 100 pontos, conquistando 31 vitórias, obtendo sete empates e sofrendo oito derrotas. Vale destacar que nessa temporada o Nacional contava com 24 clubes. Hoje, são apenas 20.

Nenhum comentário: