terça-feira, 28 de setembro de 2010

Sem goleiro, Flu brilha sob a batuta de Conca

Rafael falhou nos últimos dois jogos do Fluminense
A rodada do fim de semana foi perfeita para o Fluminense, que recuperou a liderança do Brasileirão ao derrotar o Vitória, na Bahia, por 2 x 1. A ascensão tricolor ainda contou com as derrotas de Corinthians, para o Inter, e Cruzeiro, para o Santos. A vitória no Barradão também fez o Flu recuperar pontos perdidos no Rio.
A torcida do líder só tem uma grande preocupação: o goleiro. Fernando Henrique já era muito criticado antes de sofrer uma grave lesão no dedo da mão, e, pra piorar, seu reserva Rafael assumiu o posto falhando em dois gols nos jogos contra Atlético-MG e Vitória. O drama tricolor atinge o ápice nas faltas próximas à area. Nesta Série A, o Flu sofreu oito gols de bola parada, sendo seis nos últimos oito jogos. Foram dois contra o Guarani, um contra o São Paulo, um contra o Corinthians, um contra o Flamengo, um contra o Atlético-MG e um contra o Vitória.
A torcida também faz muitas críticas ao preparador de goleiros Victor Hugo, que não consegue emplacar um camisa número 1. O Flu procura há anos um goleiro de confiança e ainda não o encontrou. No elenco, ainda há Ricardo Berna, que foi testado no ano passado e, assim como Fernando Henrique e Rafael, não passou no teste.

Conca - O que tranquiliza a massa é o impressionante aproveitamento de Conca nos passes que resultam em gols. O argentino deu 16 assistências nesse Brasileirão, contra oito do segundo colocado no ranking, o atacante do Cruzeiro Thiago Ribeiro. Diante do Vitória, Conca marcou um gol e deixou Rodriguinho na boa para fazer o segundo.

Cruzeiro - O resultado mais surpreendente da Série A neste fim de semana foi a goleada imposta pelo Santos ao Cruzeiro. O time mineiro vinha numa sequência de nove jogos sem derrotas e foi goleado em São Paulo por 4 x 1. A Raposa tem força ofensiva, mas hoje tem um sistema defensivo contestado.

Nenhum comentário: