quinta-feira, 21 de outubro de 2010

ASA é a sensação da Série B

Vica faz um excelente trabalho no ASA
O ASA é a grande sensação do momento no Brasileiro da Série B. Os adversários andam se perguntando qual o segredo do sucesso do Alvinegro, que conquistou cinco vitórias consecutivas na competição e já soma 44 pontos. Creditar o bom momento à excelente fase de Ciel seria injusto com o grupo e, principalmente, com o técnico Vica.
O planejamento talvez seja a palavra mais adequada para explicar a arrancada. Mesmo nos momentos mais complicados desta Segundona, a diretoria e o técnico Vica mantiveram a serenidade. Eles deram continuidade ao trabalho iniciado ainda na pré-temporada e, com pulso firme, seguraram o grupo.
Numa competição marcada pela rotatividade dos treinadores e, consequentemente, mudanças representativas dos elencos, o ASA não perdeu sua linha. Consciente dos limites de seu caixa, o clube contratou reforços para compor e deu uma segunda chance a Ciel. Vica, por sua vez, não sucumbiu às críticas e não alterou suas convicções táticas. Assim, o Alvinegro passeia na Série B e deixa sua marca na segunda competição mais importante do País nesse semestre.
Um caso à parte
Ciel destoou um pouco do planejamento do ASA. O jogador tem um comportamento inadequado fora de campo, mas está decidindo. Para mantê-lo no elenco, o Alvinegro sabe que corre riscos, já que o jogador leva consigo um pacote completo, com gols, jogadas brilhantes, mas problemas também. Dentro desse risco calculado, o clube, por enquanto, tem mais lucros do que perdas.

Ciel 1 - Ciel destoou um pouco do planejamento do ASA. O jogador tem um comportamento inadequado fora de campo, mas está decidindo. Para mantê-lo no elenco, o Alvinegro sabe que corre riscos, já que o jogador leva consigo um pacote completo, com gols, jogadas brilhantes, mas problemas também. Dentro desse risco calculado, o clube, por enquanto, tem mais lucros do que perdas.

Ciel 2 - A forma como o jogador voltou também foi bem planejada. A diretoria ouviu a comissão técnica, que precisava de um meia ofensivo, e o grupo alvinegro. Sem passar por cima da coletividade, o jogador foi reintegrado e agora faz sucesso na Segundona, com 11 gols marcados.

Teste de fogo - A boa fase do ASA vai ser devidamente testada no próximo sábado, em Salvador. O Alvinegro vai encarar o Bahia sem dois de seus jogadores mais importantes, Ciel e Luiz Mário, ambos suspensos. Com isso, Silvestre vai ganhar mais uma chance de comandar o ataque.

Crédito da foto: Igor Casto/ Assessoria-ASA


Nenhum comentário: