quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Todos os números dos pontos corridos

“Eu vejo o futuro repetir o passado”. O melhor de o Brasileirão ser disputado com uma mesma fórmula desde 2003 é que há parâmetros interessantes para avaliarmos o atual campeonato tomando por base as competições anteriores.
Nesta coluna, faço uma viagem através de números colecionados pelo Portal RBS, do Rio Grande do Sul, para tentar achar a média de pontos necessária para um clube ser campeão, outro conquistar vaga na Libertadores e um, menos afortunado, escapar apenas do rebaixamento. Dos sete Brasileiros disputados por pontos corridos, os últimos quatro têm a mesma quantidade de clubes do atual, 20, o que nos dá um pouco mais de precisão para fazer as comparações.
Com essa fórmula de disputa, o São Paulo foi o único time a conquistar mais de uma taça. Foram três, todas sob o comando do técnico Muricy Ramalho. Nas outras quatro temporadas tivemos campeões distintos: Cruzeiro, Santos, Corinthians e Flamengo. Este ano, Cruzeiro e Corinthians buscam o bicampeonato na era dos pontos corridos, e o líder Fluminense tenta entrar pela primeira vez nessa restrita galeria.
Curiosamente, todos os campeões desde 2003 foram clubes do Sudeste. O Sul, com Grêmio, Inter e Atlético-PR, chegou a bater na trave, mas não levou o caneco.

Cenário de 2009 - No ano passado, o campeão Flamengo era o terceiro colocado no Brasileirão ao término da 34ª rodada, com 57 pontos. O líder era o São Paulo, com 59, e o segundo colocado era o Palmeiras, com 58. O parâmetro é interessante porque a briga nesta temporada é bem parecida. O Inter, que foi o vice-campeão, ocupava apenas a 5ª colocação, com 53 pontos.
Entregou? Fla venceu o Corinthians em 2009 num jogo polêmico

A virada do Fla - O pulo do gato do Flamengo veio na 37ª rodada, com a vitória por 2 x 0 sobre o Corinthians, em Campinas. Faltando um jogo para o fim do campeonato, o Rubro-Negro colocou dois pontos de frente sobre o Inter, que somava 62 pontos.  Na rodada final, o Fla venceu os reservas do Grêmio por 2 x 1, no Maracanã, e levantou a taça com 67 pontos.

Arrancada do Flu - Em 2009, a linha de corte no Brasileirão foi de 45 pontos. O Coritiba somava 41 pontos na 34ª rodada e o primeiro clube na zona de rebaixamento era o Fluminense, com 36. O Tricolor tirou os cinco pontos de vantagem em relação ao Coxa em quatro jogos e terminou o campeonato com 46, escapando do rebaixamento com um empate no Paraná contra o próprio Coritiba.

Número da salvação - O Brasileirão é disputado com 20 clubes desde 2006. Nesse ano, a linha de corte foi maior. O último time a escapar do rebaixamento foi o Flamengo, com 48 pontos. O São Caetano caiu para a Segunda Divisão com 47.

Número da salvação 2 - Em 2006, o último a escapar foi o Goiás, com 45 pontos. Em 2008, a linha de corte foi a mais baixa da competição por pontos corridos. O Náutico escapou da degola com 44 pontos, mesma pontuação do rebaixado Figueirense, mas com uma vitória a mais.

Em 2008, São Paulo conquistou o seu terceiro brasileiro da década
 O exemplo do São Paulo - Com 38 rodadas, o clube que conquistou o título com os números mais impressionantes foi o São Paulo. Em 2006, o Tricolor levantou a taça com 78 pontos, vencendo 22 partidas, empatando 12 e perdendo apenas quatro. O aproveitamento foi de 68, 42%. Neste ano, se vencer os quatro jogos que lhe restam, o líder Fluminense chegará aos 73 pontos.

Cenário atual na história - Curiosamente, na história dos Brasileiros por pontos corridos, apenas duas vezes o campeão não liderava a competição a quatro rodadas do fim. No cenário de agora, somente o Santos, em 2004, e o Flamengo, do ano passado, conseguiram roubar a liderança nos jogos finais. Nas outras seis competições, quem estava na frente nesta altura do campeonato ficou com a taça.

Chances de Libertadores - Não é baixa a pontuação necessária para os clubes chegarem à Libertadores pelo Brasileirão. Desde 2006, o quarto colocado de pior aproveitamento foi o Fluminense, em 2007, com 61 pontos, mesmo número do terceiro colocado, o Flamengo. Em 2006 e 2008, o terceiro posto foi ocupado, respectivamente, por Grêmio e Cruzeiro, com 67. No ano passado, o São Paulo foi o terceiro, com 65. Neste ano, existe uma grande possibilidade de o quarto colocado não chegar à competição mais importante do Continente, já que há boas chances de um Brasileiro ocupar esta vaga via Sul-Americana.

Campeão do 1º Turno -  Há também números curiosos sobre o sucesso dos clubes que mais pontuaram no Primeiro Turno do Brasileirão na fase dos pontos corridos. De 2003 para cá, apenas dois clubes venceram o turno e perderam o título: Grêmio, em 2008, e Inter, no ano passado. Nessas temporadas, São Paulo e Flamengo foram protagonistas de grandes viradas no Returno. Nos outros anos, quem estava na liderança na metade da competição ficou com a taça.
Alex foi grande destaque do famoso Cruzeiro de 2003

Cruzeiro 2003 - O Cruzeiro foi o clube que mais pontuou no Brasileiro desde 2003. Com 24 clubes na disputa, a Raposa de Vanderlei Luxemburgo fez 100 pontos, 13 a mais do que o vice-líder o Santos.
O time mineiro venceu 31 jogos, empatou sete e perdeu oito, marcando 102 gols e sofrendo 47, saldo de 55. O aproveitamento do Cruzeiro em 2003 foi de 72,46%.
A comparação com este ano é impressionante. Em 2003, o Cruzeiro somava 70 pontos na 34ª rodada, nove a mais do que o líder do Brasileirão neste ano, o Fluminense.
Carregando tabela de Central Brasileirão...
Tabela gerada por Central Brasileirão

2 comentários:

Anônimo disse...

fiz as contas aqui e notei q a pontuaçao do gremio prudente ta alterado pq 7 vitorias somam 21 pontos e mais 9 empates daria um total de 30 pontos

Victor Mélo disse...

Caro leitor, a pontuação na tabela está correta, já que o Prudente perdeu três pontos no STDJ por ter escalado o zagueiro Paulão de forma irregular.

Um abraço,

Victor Mélo.