terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Fla levanta a taça da Copinha

Flamengo venceu hoje o Bahia e conquistou o título
A 42ª edição da Copa São Paulo de Futebol Júnior foi decidida hoje entre Flamengo (RJ) e Bahia. Pela quinta vez na história da Copinha, duas equipes de fora do Estado de São Paulo disputaram a final da competição. Além desta edição, apenas nos anos de 1971 (Fluminense x Botafogo (RJ)), 1980 (Internacional (RS) x Atlético Mineiro), 1983 (Atlético Mineiro x Botafogo (RJ)) e 1996 (América Mineiro e Cruzeiro) os clubes paulistas não disputaram a decisão da tradicional competição das categorias de base. 
Na decisão deste ano, o Flamengo estava buscando o bicampeonato da Copa São Paulo. O time do técnico Paulo Henrique tentava reviver o feito de 1990, quando a equipe formada por Djalminha, Júnior Baiano, Marcelinho, Nélio e Paulo Nunes bateu o Juventus no mesmo Pacaembu. Do outro lado o forte Bahia, que pela primeira vez representa uma equipe do eixo Norte-Nordeste na final da competição.
Invicto no torneio e com a grande maioria da torcida a seu favor, o Flamengo partiu para cima logo no início do jogo e venceu o jogo por 2 x 1. Após cobrança de escanteio, o zagueiro Frauches aproveitou a sobra na grande área e arrematou sem chances para o goleiro Renan: 1 x 0. A torcida flamenguista explodiu de emoção no Paulo Machado de Carvalho. 
Aos 29 minutos, depois da bola alçada na área, o atacante Rafael foi atingido pelo zagueiro flamenguista dentro da pequena área. O árbitro Vinícius Furlan não hesitou e marcou a infração. O mesmo Rafael cobrou a penalidade com categoria para anotar o seu sexto gol na Copa São Paulo e estampar o sorriso no rosto dos baianos que lotaram o Tobogã do Pacaembu.
Aos 21, o camisa 16 invadiu a área e foi derrubado. Pênalti para o Flamengo e o zagueiro Dudu expulso de campo. Negueba cobrou no alto e colocou o Flamengo na frente novamente. Festa rubro-negra no Pacaembu.

Flamengo (RJ): César; Alex, Marllon, Frauches e Anderson; Muralha, Negueba, Lorran e Adryan (Pedrinho, 23 do 2º); Rafinha (China, 45 do 2º) e Lucas (Thomas, 17 do 2º).
Técnico: Paulo Henrique.

Bahia: Renan; João Marcos (Valson, 10 do 1º), Dudu, Beton e Laércio; Anderson, Fernando (Mansur, 26 do 2º), Brendon (odrigo Thompson, 27 do 2º) e Filipe; Fábio e Rafael. Técnico: Lelson Lopes.

Com Ascom FPF

Nenhum comentário: