domingo, 27 de março de 2011

Em busca de confiança, seleção pega velha freguesa

Zagueio Lúcio está de volta à seleção brasileira
O técnico Mano Menezes vai ter hoje a oportunidade de apagar a má impressão deixada pela seleção brasileira nos últimos dois amistosos. Diante de dois de seus mais tradicionais rivais, o Brasil foi derrotado por Argentina e França pelo mesmo placar: 1 x 0. Nesta manhã, a seleção enfrenta a Escócia, no Emirates Stadium, em Londres, às 10h (de Brasília).
Mano sabe que a pressão precisa ser aliviada antes da Copa América, principal compromisso da seleção na temporada, que vai ser disputada, entre os dias 1º e 24 de julho, na Argentina. "Estamos montando um novo grupo, mas estamos no caminho certo. Obviamente que todos esperamos uma boa atuação neste domingo e uma vitória contra a boa seleção da Escócia", declarou o técnico.
Para equilibrar o elenco, o treinador chamou os experientes Lúcio e Maicon, que estavam longe do escrete desde a eliminação na Copa do Mundo, contra a Holanda.
O zagueiro chegou para tentar corrigir alguns problemas do sistema defensivo. Assim, Lúcio fará a dupla com Thiago Silva. O jovem David Luiz vai para o banco de reservas.
Quem também volta à seleção é o atacante Neymar. Em fevereiro, ele estava disputando o Sul-Americano/Pré-Olímpico com time sub-20 e não enfrentou a França. Sem poder contar com Alexandre Pato e Nilmar, lesionados, Mano deve optar por Leandro Damião, convocado às pressas na semana passada. Goleador do Inter, o jogador será testado hoje com a camisa 9.
Nos treinos, o treinador da seleção colocou Jadson no lugar de Renato Augusto, mas só deve promover essa alteração ao longo da partida. Por enquanto, Renato continua sendo o preferido para defender a famosa camisa 10.

Maicon também foi convocado pela primeira vez por Mano Menezes
TÁTICA - A seleção ganha muita força pelo lado direito com a nova escalação de Mano. O lateral Daniel Alves, o volante Ramires, o meio-campista Elano e o meia Renato Augusto caem muito pelo setor, e, para não desequilibrar a equipe, Mano deve pedir a Daniel ficar mais na marcação, liberando o rápido e habilidoso Marcelo para encostar em Neymar pela esquerda. Leandro vai ser a referência na área.
Mano Menezes comanda hoje a seleção pela sexta vez. Nas partidas anteriores, conquistou três vitórias, contra EUA, Irã e Ucrânia, e perdeu duas vezes, para argentinos e franceses.
A seleção vai disputar nesta manhã, a partir das 10h, a sétima partida no Emirates Stadium, em Londres. A praça esportiva já é chamada, inclusive, de casa europeia do escrete, que venceu quatro vezes por lá, empatou duas partidas e perdeu uma.

INVICTO - O Brasil já enfrentou a Escócia nove vezes, e nunca perdeu. Foram sete vitórias e dois empates, com a seleção marcando 14 gols e sofrendo apenas três. Curiosamente, quatro desses confrontos foram disputados em Copas do Mundo. Nos Mundiais, o Brasil venceu o adversário três vezes (em 1982, 1990 e 1998) e empatou uma partida (em 1974).

Brasil: Julio Cesar, Daniel Alves, Lucio, Thiago Silva e Marcelo, Lucas, Ramires, Elano e Renato Augusto; Neymar e Leandro Damião. Técnico: Mano Menezes.

Escócia: Allan McGregor, Alan Hutton, Christophe Berra, Gary Caldwell e Steven Whittaker; James Morrison, Scott Brown, Charlie Adam, Barry Bannan e Kris Commons; Kenny Miller. Técnico: Craig Levein.

Nenhum comentário: