domingo, 13 de março de 2011

Especial sobre o Mundial de F-1

O brasileiro Felipe Massa vai precisar serviço nesta temporada
A temporada de Fórmula 1 começaria hoje, mas a crise política no Oriente Médio fez a Federação Internacional de Automobilismo cancelar o GP do Bahrein. A prova ainda pode ser realizada nesta temporada, mas a definição só vai sair em maio. Dessa forma, o início da disputa está marcado para o próximo dia 27, na Austrália.
A grande novidade no circo para 2011 são os pneus. A Pirelli apresentou um produto que se desgasta com mais facilidade do que o da Bridgestone, e a expectativa dos pilotos é de que sejam necessários três ou quatro pit stops por corrida. Esse fato deve mudar radicalmente a estratégia das equipes para o Mundial.
Na pista, a Red Bull, do atual campeão Sebastian Vettel, continua na ponta; pelo menos por enquanto. O carro foi projetado pelo excelente  Adrian Newey e está assustando as rivais, principalmente, nas curvas de alta. A Ferrari, de Alonso e Massa, evoluiu em relação ao ano passado, justamente por mudar pouco o seu projeto, por estar mais familiarizada com a máquina. Neste ano, o carro foi concebido com a participação de Alonso, e, assim, suas características estão mais adaptadas ao estilo do espanhol. A McLaren aparece como terceira força, conservando uma certa distância em relação às duas primeiras. Lewis Hamilton até disse na semana passada que falta confiabilidade ao carro e, com o atual equipamento, o time inglês está fora da briga pelo título. Ele ainda espera que haja uma evolução na máquina, mas os treinos não foram animadores.
Aos 38 anos, Rubens Barrichello defende as cores da Williams
Entre os brasileiros, Felipe Massa, de 29 anos, continua com mais chances de vitória, mas precisa provar que exorcizou os terríveis fantasmas levados para a Ferrari por Fernando Alonso. Massa sofreu com o resultado do GP da Hungria, quando deixou o espanhol ultrapassá-lo, mas demonstrou personalidade ao não aceitar ser o fiel escudeiro de Alonso. Talvez por isso o espanhol tenha perdido o título para Vettel na última prova. Massa completou seis anos de Ferrari e também sabe que 2011 será um divisor de águas na carreira. Se fracassar, deve deixar a escuderia.
O outro brasileiro no circo é o interminável Rubens Barrichello, de 38 anos. Longe dos holofotes, ele, mais uma vez, corre por fora com sua Williams e vai sambar de alegria se conquistar um lugarzinho no pódio. Bruno Senna e Lucas di Grassi, que participaram do Mundial do ano passado, perderam o lugar no grid.
A escassez de "brazucas" na F-1 foi um dos principais assuntos de uma longa entrevista concedida por Massa, recentemente, ao jornal Estado de São Paulo. Segundo ele, por falta de renovação, o País pode não ter em breve nenhum representante na categoria mais importante do automobilismo.
"Esse foi um dos motivos que me fizeram criar a F-Future no Brasil. É verdade, daqui a alguns anos não teremos piloto brasileiro na F1. O Brasil está indo muito para as competições de turismo, não monopostos, o que afeta a formação de pilotos para chegar à F1", avisou o piloto da Ferrari.

Calendário – 2011


Grande Prêmio                  Data               
GP da Austrália27 de março
GP da Malásia10 de abril
GP da China17 de abril
GP da Turquia08 de maio
GP da Espanha22 de maio
GP de Mônaco29 de maio
GP do Canadá12 de junho
GP da Europa26 de junho
GP da Inglaterra10 de julho
GP da Alemanha24 de julho
GP da Hungria31 de julho
GP da Bélgica28 de agosto
GP da Itália11 de setembro
GP de Cingapura25 de setembro
GP do Japão09 de outubro
GP da Coreia do Sul16 de outubro
GP da Índia30 de outubro
GP de Abu Dhabi13 de novembro
GP do Brasil27 de novembro
Cinco campeões - Pela primeira vez na história, a F-1 terá cinco campeões mundiais no mesmo grid. Sebastian Vettel, Lewis Hamilton, Fernando Alonso, Michael Schumacher e Jenson Button já levantaram a taça e buscam neste ano subir mais um degrau na carreira. Se fosse para apostar, eu escreveria o nome de Vettel como favorito.

Equipes e pilotos - 2011


No.PilotoEquipeMotor
1Alemanha Sebastian VettelRed BullRenault
2Austrália Mark WebberRed BullRenault
3Reino Unido Lewis HamiltonMcLarenMercedes
4Reino Unido Jenson ButtonMcLarenMercedes
5Espanha Fernando AlonsoFerrariFerrari
6Brasil Felipe MassaFerrariFerrari
7Alemanha Michael SchumacherMercedesMercedes
8Alemanha Nico RosbergMercedesMercedes
9Alemanha Nick HeidfeldRenaultRenault
10Rússia Vitaly PetrovRenaultRenault
11Brasil Rubens BarrichelloWilliamsCosworth
12Venezuela Pastor MaldonadoWilliamsCosworth
14Alemanha Adrian SutilForce IndiaMercedes
15Reino Unido Paul di RestaForce IndiaMercedes
16Japão Kamui KobayashiSauberFerrari
17México Sergio PerezSauberFerrari
18Suíça Sébastien BuemiToro RossoFerrari
19Espanha Jaime AlguersuariToro RossoFerrari
20Itália Jarno TrulliLotusRenault
21Finlândia Heikki KovalainenLotusRenault
22Índia Narain KarthikeyanHRTCosworth
23Itália Vitantonio LiuzziHRTCosworth
24Alemanha Timo GlockVirginCosworth
25Bélgica Jérôme D`AmbrosioVirginCosworth


GP de Interlagos - O Grande Prêmio de Interlagos terá a honra de encerrar o campeonato de F-1. A prova do Brasil está marcada para o dia 27 de novembro. Em relação aos GPs, a novidade deste ano vai ser a corrida da Índia, marcada para 30 de outubro.

Sistema de pontuação 

1º lugar – 25 pontos
2º lugar – 18 pontos
3º lugar – 15 pontos
4º lugar – 12 pontos
5º lugar – 10 pontos
6º lugar – 8 pontos
7º lugar – 6 pontos
8º lugar – 4 pontos
9° lugar – 2 pontos
10° lugar – 1 ponto

Nenhum comentário: