domingo, 10 de abril de 2011

Análise - Vettel vence em Sepang e sobra no Mundial

Sebastian Vettel já soma 50 pontos no Mundial de Fórmula 1
O Grande Prêmio da Malásia apresentou um cenário bem parecido com o da Austrália. O alemão Sebastian Vettel continua sobrando com sua Red Bull. Dominou os treinos e corrida de hoje sem grandes dificuldades e venceu a segunda prova do ano, chegando a 50 pontos.
A McLaren é realmente a segunda força neste momento do campeonato. Os ingleses fizeram uma pré-temporada ruim, mas estavam escondendo o jogo. O carro de 2011 é competitivo e ficou em segundo lugar em Sepang com o inglês Jenson Button. Em Melbourne, Hamilton terminou nesta colocação e só não fez uma corrida melhor porque largou mal e ainda foi tocado por Alonso.
A Ferrari enfrentou as dificuldades previstas por Felipe Massa após os treinos-livres de sexta-feira. O carro não é tão competitivo quanto Red Bull e McLaren, e vai precisar rever seu projeto ao longo da competição. A previsão dos seus próprios engenheiros é de que haja uma evolução para a parte europeia do Mundial, que começa daqui a duas corridas.
Na medida do possível, Massa fez uma boa corrida nesta madrugada. Largou em sétimo, terminou em quinto e, para sua alegria, ficou à frente de Fernando Alonso, que foi impetuoso durante toda a prova, mas calculou mal uma ultrapassagem em Hamilton, perdendo o bico do carro e posições na prova. Massa tem uma preocupação específica para o GP da China, marcado para o próximo domingo, às 4h (de Brasília). A previsão é de que os pilotos enfrentem um frio de 2º C na prova e, sob essas condições, o brasileiro teve sérias dificuldades no ano passado para acertar sua Ferrari.

Lotus Renault – A Lotus chegou ao seu segundo pódio consecutivo na temporada. Depois de Petrov chegar em terceiro na Austrália, Nick Heidfeld demonstrou força hoje ao terminar a corrida atrás apenas de Vettel e Button. Petrov também fazia excelente prova, mas teve a barra de direção quebrada e abandonou a disputa. Apesar da gravidade do problema, o russo nada sofreu.

Resultado final atualizado do GP da Malásia:

1 - Sebastian Vettel (ALE/RBR-Renault) - 56 voltas em 1h37m39s832
2 - Jenson Button (ING/McLaren-Mercedes) - a 3s261
3 - Nick Heidfeld (ALE/Renault) - a 25s075
4 - Mark Webber (AUS/RBR-Renault) - a 26s384
5 - Felipe Massa (BRA/Ferrari) - a 36s958
6 - Fernando Alonso (ESP/Ferrari) - a 57s248 (punido em 20 segundos)
7 - Kamui Kobayashi (JAP/Sauber-Ferrari) - a 1m07s239
8 - Lewis Hamilton (ING/McLaren-Mercedes) - a 1m09s957 (punido em 20 segundos)
9 - Michael Schumacher (ALE/Mercedes) - a 1m24s896
10 - Paul di Resta (ESC/Force India-Mercedes) - a 1m31s563
11 - Adrian Sutil (ALE/Force India-Mercedes) - a 1m45s000
12 - Nico Rosberg (ALE/Mercedes) - a 1 volta
13 - Sebastien Buemi (SUI/STR-Ferrari) - a 1 volta
14 - Jaime Alguersuari (ESP/STR-Ferrari) - a 1 volta
15 - Heikki Kovalainen (FIN/Lotus-Renault) - a 1 volta
16 - Timo Glock (ALE/MVR-Cosworth) - a 2 voltas
17 - Vitaly Petrov (RUS/Renault) - a 4 voltas/acidente

Não terminaram:

Vitantonio Liuzzi (ITA/Hispania-Cosworth) - a 10 voltas/mecânico
Jerome D'Ambrosio (BEL/MVR-Cosworth) - a 14 voltas/mecânico
Jarno Trulli (ITA/Lotus-Renault) - a 25 voltas/embreagem
Sergio Pérez (MEX/Sauber-Ferrari) - a 33 voltas/mecânico
Rubens Barrichello (BRA/Williams-Cosworth) - a 34 voltas/câmbio
Narain Karthikeyan (IND/Hispania-Cosworth) - a 42 voltas/mecânico
Pastor Maldonado (VEN/Williams-Cosworth) - a 48 voltas/mecânico

Nenhum comentário: