segunda-feira, 9 de maio de 2011

Gigante, ASA conquista Alagoas e amplia seu território

Jogadores do ASA comemoram o sétimo Estadual conquistado pelo clube

O ASA conquistou o título alagoano no último sábado. Fez cabelo e barba. Venceu os dois jogos contra o Coruripe nas finais, por 6 x 2 e 4 x 3, e mostrou que sua força não pode ser contestada no Estado. Um poder constituído com trabalho e planejamento. Os dirigentes alvinegros encontraram os atalhos para o título em 2000 e, agora, o Alvinegro já ostenta sete troféus.
O ASA cresce porque buscou caminhos inversos aos de CSA e CRB. Bem mais profissional do que político, o clube também deve boa parte desse sucesso ao técnico Vica. Ele chegou a Arapiraca há quase três anos e, com resultados expressivos, escreveu seu nome na história do clube. Ninguém pode negar em Alagoas que o treinador é o mais vitorioso da história do Alvinegro. Fora os dois títulos estaduais que levantou, ainda foi vice-campeão da Série C, colocou o ASA no Brasileiro da Série B e ainda armou o time que, mesmo com um orçamento baixo, fez uma bela campanha na competição nacional do ano passado.
Hoje o ASA conquista títulos e também investe pesado em sua estrutura. Para o clube, esses não são caminhos opostos. O projeto do Centro de Treinamento está sendo colocado em prática, assim como o trabalho de formação de novos talentos. Há poucos anos, o Alvinegro não investia na base: hoje, é campeão sub-20 do Estado e ainda revela jogadores de muito talento para o futebol brasileiro. O atacante Júnior Viçosa, autor de dois gols do Grêmio no clássico deste domingo contra o Inter, no Beira-Rio, foi cria do Alvinegro, foi cria do técnico Vica. No ano passado, o treinador me disse que o ASA tinha três metas a cumprir em curto prazo: formar atletas para  fazer caixa, conquistar o Alagoano e se manter na Série B do Brasileiro. Com os objetivos cumpridos, é possível refazer os planos e pensar em expandir território. Nem mesmo os dirigentes e os torcedores mais fanáticos conhecem os limites desse valente Gigante. Ele trabalha com a calma e o silêncio dos grandes vencedores.

ASA 4 x 3 Coruripe

Quando: Sábado
Onde: Estádio Gerson Amaral, em Coruripe
Gols: Kaká , Vitinha, Raul e Ferreira – ASA; Ivan,, Lindoval e Anderson – Coruripe.

Coruripe – Heverton; Antônio Marcos, Leandro, Thiago Gasparetto e Índio (Ricardinho); Jaelson, Anderson, Maninho e Ailton (Zé Rodrigues); Paulinho Marília e Ivan. Técnico: Celso Teixeira.

ASA – Daniel; Sérgio Bueno (Chiquinho), Toninho, Leandro Cardoso e Ferreira; Marcelo Costa, Didira, Marielson, Raul e Vitinha; Kaká (Elton Morelato). Técnico: Vica.

Crédito da foto: Ailton Cruz

Nenhum comentário: