terça-feira, 31 de maio de 2011

O dilema de Vica no ASA

O técnico Vica vive um dilema nesse início da Série B. Ele tem nas mãos um grupo mesclado por jogadores campeões alagoanos e reforços contratados para a competição nacional. A escritora Cecília Meirelles já tratou do assunto na bela poesia infantil “Ou isto ou aquilo”, quando o personagem era consumido pela dúvida. Ou guardava o dinheiro ou comprava o doce.
Vica tenta dar equilíbrio ao time do ASA, mas notei que ele segurou a mão após a goleada sofrida na primeira rodada, contra a Ponte Preta. Como todos os times estão sendo montados ao longo da competição, a opção por uma base formada no primeiro semestre, mesmo que alguns jogadores sejam menos qualificados do que outros do elenco, seja a decisão mais acertada. O aproveitamento de muitos atletas contratados na partida contra a Ponte foi ruim para o ASA. O sistema de marcação estava desentrosado, e esse talvez tenha sido o motivo da goleada. Diante do Americana, Vica foi buscar a consistência da equipe campeã estadual e o Alvinegro evoluiu. Tanto que os responsáveis diretos pelos dois gols foram Sérgio, Vitinha e Didira, jogadores já adaptados ao clube e ao esquema do treinador.
Para o jogo de hoje, Vica deve escalar entre cinco e seis atletas campeões estaduais. Tutti, Leandro, Toninho, Sérgio, Marcelo Alves, Didira e Raul são os jogadores designados por ele para dar suporte e consistência tática à equipe contra o Goiás, no Serra Dourada. Com essa espinha dorsal, o técnico pretende buscar o equilíbrio tático e técnico em Goiânia. Aos novos contratados cabe a missão de se integrar, o mais rápido possível, ao esquema. A pressão pela escalação dos reforços é grande em Arapiraca, mas, depois do coice na primeira rodada, Vica parece estar encontrando o melhor caminho para o Alvinegro.

Balanço da Série B - O equilíbrio da Série B impressiona. Em duas rodadas, não há nenhum clube com 100% de aproveitamento. Os times que mais pontuaram até agora foram Portuguesa, Criciúma, Paraná e Sport, com quatro pontos. Nove times, inclusive o ASA, conquistaram uma vitória e sofreram uma derrota. Os quatro últimos, pelo menos, já somaram um ponto na competição.

Tropeço - Próximo adversário do ASA, o Goiás foi derrotado no último sábado, pelo Náutico, por 1 x 0, no Recife. Além do revés, o time alviverde está mais desgastado que o ASA. O time alagoano jogou na última terça-feira e teve mais tempo para trabalhar nos últimos dias.

Reforços do CRB para a Série C

 Dos quatro jogadores indicados pelo técnico Flávio Lopes ao CRB, conheço bem três. Os atacantes Marinho e Hamilton são jogadores de área, que chegam para ser os responsáveis pelos gols regatianos. O meia Everton Maradona foi o melhor jogador do Galo na Série C do ano passado e foi contratado para ser uma das referências da equipe. Desses, só não lembro de ter visto o zagueiro Felipe atuar. Esperemos.

Um comentário:

Van disse...

Excelente quarta feira!