domingo, 1 de maio de 2011

Sport tenta eliminar o Náutico nos Aflitos

Náutico e Sport jogam para saber quem pega o Santa
O Sport entra em campo com uma boa vantagem para administrar contra o rival Náutico. O Leão venceu o primeiro duelo das semifinais do Pernambucano por 3 x 1, e joga hoje, às 16h, nos Aflitos, com a vantagem de perder até por um gol de diferença.
Se o Timbu vencer por 2 x 0, garante a classificação por ter marcado um gol na casa do adversário. Repetindo-se o placar de 3 x 1, mas a favor do Náutico, o finalista será conhecido na cobrança de penalidades.
O Sport tem três baixas para o clássico. Suspensos, o lateral Renato e o volante Hamilton estão fora de combate, assim como o lateral Thiaguinho, lesionado. Com esses problemas, o técnico Hélio dos Anjos deve apostar em três zagueiros: Igor, Tobi e Alex Bruno. Reforçando a defesa, ele pode colocar Germano na vaga de Hamilton e improvisar Carlinhos Bala de ala-direito. “A minha equipe está escalada desde quinta-feira. Uma boa parte do grupo, inclusive, já sabe quem vai jogar. Quem assistiu ao treino tático que fiz quarta-feira pode ter uma ideia do que estou pensando", afirmou Hélio dos Anjos.
No Timbu, o técnico Roberto Fernandes passou os últimos treinos tentando dificultar a vida dos repórteres. Sem poder contar com o artilheiro Ricardo Xavier, suspenso, ele observou Rogério e Kiesa e até colocou os dois no time reserva, escalando Elton entre os titulares. Apesar das tentativas de confundir o treinador adversário, Roberto deve mesmo optar por Kieza e Bruno Meneghel no ataque. Os outros ficam como opções no banco.

O luxo – O Náutico tenta desbancar hoje o Sport no Pernambucano para manter uma marca histórica. O Timbu é o único hexa do Campeonato Estadual e, se perder, corre o risco de ver o pentacampão Sport igualar o seu feito.

Náutico - Glédson; Rodrigo Heffner, Everton Luiz, Walter e Aírton; Éverton, Derley, Eduardo Ramos e William; Bruno Meneghel e Kieza.

Sport - Magrão; Igor, Tobi e Alex Bruno; Wellington Saci, Germano, Daniel Paulista, Marcelinho Paraíba e Carlinhos Bala; Ciro e Bruno Mineiro.


Nenhum comentário: