sábado, 25 de junho de 2011

Especial - O Mundial de Vettel

Vettel lidera o Mundial de pilotos com 60 pontos sobre o segundo colocado
O Mundial de Fórmula 1 teve uma pequena variante no GP do Canadá. O alemão Sebastian Vettel fez a pole, como de costume, liderou a prova por voltas a fio, mas errou nos últimos metros e deixou de ganhar a segunda corrida do ano. Deixou porque, apesar da evolução da McLaren e da própria Ferrari, com Alonso, a Red Bull continua dominando amplamente o circo. O carro é um foguete nos treinos e, em circuitos de curvas de alta, também sobra na turma. Apenas as provas com grandes retas, que exigem mais do motor, não são ideais para a equipe.
Faltando 12 provas para o término do campeonato, Vettel tem 161 pontos, contra 101 do segundo colocado, Jenson Button. A competição não está decidida porque uma vitória vale 25 pontos, mas está bem encaminhada. Não acredito numa reviravolta no meio da competição. O carro da Red Bull é bem mais confiável neste ano e está adaptado, principalmente, aos novos pneus. Quando a estratégia da equipe também foi exigida, ela saiu-se muito bem e garantiu pontos preciosos para Vettel.
No ano passado, a disputa acirrada entre o alemão e o australiano Mark Webber quase custa o campeonato para a melhor equipe. Alonso correu por fora e chegou a tocar na taça. Nesta temporada, nem essa disputa dentro da RBR está atrapalhando. Webber assumiu de vez a condição de segundo piloto e abriu caminho para Vettel pulverizar recordes e lutar pelo bicampeonato.

Pole - Vettel, para variar, vai largar na pole no GP de Valência. Em oito corridas, o alemão conquistou o primeiro lugar no treino de classificação em sete. Ele será seguido por Mark Webber,Lewis Hamilton, Fernando Alonso e Felipe Massa, pela ordem. Rubens Barrichello vai largar em décimo terceiro.

GRID DE LARGADA DO GRANDE PRÊMIO DA EUROPA

1º - Sebastian Vettel (ALE) Red Bull-Renault - 1m36s975
2º - Mark Webber (AUS) Red Bull-Renault - 1m37s163
3º - Lewis Hamilton (GBR) McLaren-Mercedes - 1m37s380
4º - Fernando Alonso (ESP) Ferrari - 1m37s454
5º - Felipe Massa (BRA) Ferrari - 1m37s535
6º - Jenson Button (GBR) McLaren-Mercedes - 1m37s645
7º - Nico Rosberg (ALE) Mercedes - 1m38s231
8º - Michael Schumacher (ALE) Mercedes - 1m38s240
9º - Nick Heidfeld (ALE) Renault - sem tempo
10º - Adrian Sutil (ALE) Force India-Mercedes - sem tempo
11º - Vitaly Petrov (RUS) Renault - 1m39s068
12º - Paul di Resta (GBR) Force India-Mercedes - 1m39s422
13º - Rubens Barrichello (BRA) Williams-Cosworth - 1m39s489
14º - Kamui Kobayashi (JAP) Sauber-Ferrari - 1m39s525
15º - Pastor Maldonado (VEN) Williams-Cosworth - 1m39s645
16º - Sergio Perez (MEX) Sauber-Ferrari - 1m39s657
17º - Sebastien Buemi (SUI) Toro Rosso-Ferrari - 1m39s711
18º - Jaime Alguersuari /ESP) Toro Rosso-Ferrari - 1m40s232
19º - Heikki Kovalainen (FIN) Lotus-Renault - 1m41s664
20º - Jarno Trulli (ITA) Lotus-Renault - 1m41s234
21º - Timo Glock (ALE) Marussia Virgin-Cosworth - 1m42s553
22º - Vitantonio Liuzzi (ITA) Hispania-Cosworth - 1m43s584
23º - Jerome d'Ambrosio (BEL) Marussia Virgin-Cosworth - 1m43s735
24º - Narain Karthikeyan (IND) Hispania-Cosworth - 1m44s363

Ingleses não se entendem sobre futuro de Massa 

Duas notícias distintas ganharam força nesta semana nos bastidores da F-1. A primeira, publicada nos tablóides ingleses, dava conta que Jenson Button está muito cotado para assumir a vaga de Felipe Massa na Ferrari. A segunda, divulgada pela BBC Sport, diz que o inglês deve renovar com a McLaren. Analisando as duas fontes, confio mais na segunda, para a alegria de Massa.

Ultrapassagens -  O brasileiro Felipe Massa disse esperar muitas ultrapassagens no circuito de rua de Valência. Em condições normais, esse GP é uma procissão, mas o piloto acredita que, com o desgaste dos pneus e o uso da asa traseira móvel, haverá muitos pegas durante a corrida. Esperemos.

Quero ficar - Aos 39 anos, Rubens Barrichello disse na semana passada que pretende dar continuidade à carreira na Fórmula 1. Ele quer conhecer o novo projeto da Williams e avisou que sua prioridade é renovar. O brasileiro, no entanto, também não descartou uma transferência. Barrichello só pediu à equipe para não retardar a renovação até dezembro. Se for para sair, ele quer iniciar as negociações com outro time com alguns meses da antecedência.

Europa -A segunda fase dos GPs da Europa será inaugurada neste domingo e terá mais cinco corridas no Velho Continente. Em Valência, pela segunda vez na temporada, o espanhol Fernando Alonso vai correr em casa. A motivação pode ajudá-lo a fazer a diferença na pista.

Não perca a hora - A corrida deste domingo começa às 9h (de Brasília). Depois do GP da Europa, a F-1 para por uma semana e volta a armar seu circo na Inglaterra, dia 10 de julho.


Um comentário:

Saulo disse...

Muito legal o especial! E o Massa, heim? Até agora nada.