sábado, 2 de julho de 2011

Seleção conta as horas para a estreia na Copa América

A seleção brasileira caiu no Grupo B da Copa América. Nessa chave, enfrenta Venezuela, Paraguai e Equador. Os dois primeiros colocados passam de fase e o terceiro tem chances de se classificar no critério técnico. De acordo com o regulamento, chegam aos mata-matas dois dos três terceiros colocados.
O Brasil estreia contra a Venezuela amanhã, às 16h, em La Plata, Argentina. No dia 9, enfrenta o Paraguai e, quatro dias depois, fecha sua participação na primeira fase contra o Equador. Para o técnico Mano Menezes, o Paraguai é o principal adversário da seleção na primeira fase. “Teoricamente, os paraguaios são os adversários mais fortes. Mas isso não quer dizer que teremos facilidades contra Venezuela e Equador”, comentou.
Mano também revelou que seu objetivo é montar um sistema padrão, que não mude conforme o adversário. No começo do trabalho, ele acha difícil alcançar seu objetivo. “Por enquanto, haverá variações de adversário para adversário. Depois, quero que a seleção se imponha independentemente de quem vai enfrentar”, emendou.

Histórico – A Copa América começou a ser disputada em 1916 e teve o Uruguai como o primeiro campeão. A Argentina e Uruguai são os maiores vencedores da competição, com 14 conquistas. O Brasil ocupa o terceiro posto, com oito troféus. Completam a galeria de títulos o Paraguai (duas taças), Peru (duas taças), Bolívia (uma) e Colômbia (uma). A última edição do torneio foi realizada em 2007, na Venezuela, e teve a seleção brasileira como campeã. Na final, o Brasil goleou a Argentina por 3 x 0.

Retrospecto – A seleção brasileira disputou 167 jogos na Copa América, vencendo 95, empatando 30 e perdendo 42. O escrete participou de 32 edições da competição, marcou 387 gols e sofreu 191, saldo de 196.  O Brasil ainda sediou quatro das 42 edições da Copa América. (V.M)

Decepção argentina - Os donos da casa estão mal das penas. Ontem, com atuação apagada do craque Messi, a Argentina apenas empatou com a Bolívia por 1 x 1 em sua estreia na Copa América. Edivaldo Rojas abriu o placar para os bolivianos, após falha do meio-campista Banega, e Aguero empatou com um golaço. O técnico Sérgio Batista sofre grande pressão da imprensa e da torcida.

Clique duas vezes na tabela para ampliá-la

Nenhum comentário: