segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Seleção tenta apagar imagem ruim na Europa

Novidades: Ronaldinho e Marcelo estão de volta à seleção brasileira
O técnico Mano Menezes já completou um ano à frente da seleção brasileira. O treinador estreou no dia 10 de agosto de 2010, com uma vitória por 2 x 0 sobre os Estados Unidos. Ao todo, ele comandou o escrete em 13 partidas, vencendo seis, empatando quatro e sofrendo três derrotas.
O último revés foi registrado no mês passado, quando o Brasil foi batido pela Alemanha, por 3 x 2, em Stuttgart. Hoje, Mano Menezes volta a ser testado no cargo no amistoso do Brasil contra Gana, às 15h45 (de Brasília), em Londres.
Nessa convocação, Mano fez duas concessões. A primeira foi ao lateral-esquerdo Marcelo. O jogador do Real Madrid desapareceu das listas do treinador desde quando demonstrou pouco interesse em defender a seleção, no ano passado. Os dois conversaram e, como o técnico não tem opções para o setor, engoliu o orgulho e chamou o jogador. A outra concessão atende pelo nome de Ronaldinho.
O jogador chegou a ser testado por Mano ainda quando defendia o Milan, não correspondeu e foi esquecido por um tempo. Agora, ele volta para tentar salvar a pátria. Com pouca experiência, o setor criativo do time é um dos mais contestados.
Veterano, Gaúcho deu até conselhos aos jovens Ganso, Neymar e Lucas. “É importante para os jogadores que estão despontando defenderem clubes da Europa. Lá, eles vão ganhar muita experiência e voltarão à seleção e ao futebol brasileiro numa melhor condição”, declarou o jogador do Flamengo.
Sem Ramires, suspenso, Mano Menezes pode dar uma chance ao meio-campista Fernandinho. Elias também corre por fora, mas opção pelo primeiro ganhou força nos coletivos. A defesa deve ser composta hoje por Daniel Alves, Lúcio, Thiago Silva e Marcelo, com Julio Cesar sendo confirmado no gol. O ataque deve contar com Ronaldinho, Neymar e Leandro Damião.
Os jogadores que atuam na Europa começaram a treinar na quinta-feira. Um dia depois, os atletas que jogam no Brasil se juntaram a eles e Mano Menezes começou a definir titulares e reservas.

Cortados – Além de Robinho, o lateral-esquerdo Adriano, do Barcelona, também não se apresentou ao grupo da seleção. Ambos estão machucados e Mano decidiu não repor essas peças com novas convocações.

Brasil -  Julio Cesar; Daniel Alves, Lúcio, Thiago Silva e Marcelo; Lucas Leiva, Fernandinho, Ganso; Ronaldinho, Neymar e Leandro Damião. Técnico: Mano Menezes.

Gana - Kwarasey; Paintsil, Mensah, Vorsah e Opare; Boateng, Agyemang-Badu, Adiyiah e Ayew; Muntari e Tagoe. Técnico: Goran Stevanovic.

Nenhum comentário: