sábado, 10 de dezembro de 2011

Análise da transmissão do clássico Real x Barça no cinema

Eventos esportivos começam a ganhar força nas salas de cimema do Brasil
Assisti ao jogo entre Real e Barcelona no cinema do Shopping Maceió. Fiquei impressionado com a força do futebol europeu em Alagoas. Os torcedores se comportavam como se estivessem num estádio de futebol, vibrando com gols dos dois lados. Pelo barulho na sala, percebia-se que o Madri tinha mais torcedores que o rival.
Também fiquei impressionado com a quantidade de torcedores com camisas oficiais dos dois clubes. Crianças estavam uniformizadas e conheciam todos os jogadores em campo, identificando os atletas às vezes antes do narrador. É a força dos jogos de video-game, que aumentam muito a projeção dos principais clubes europeus pelos quatro cantos do mundo.

Futebol alagoano - Nenhum torcedor na sala do Shopping Maceió vestia a camisa de CRB, CSA ou ASA. No cinema lotado, quem não exibia o escudo de Barcelona ou Real Madrid estava com camisas de clubes da NBA ou de times do Rio de Janeiro. Era um público completamente distinto do que vai ao Rei Pelé, por exemplo. Creio que muitas daquelas pessoas nunca assistiram a um jogo no Trapichão.

3D - O jogo em 3D não tem muita diferença das transmissões convencionais. Só na apresentação dos times podemos observar os efeitos da novidade. A imagem e o som são impecáveis e a transmissão da ESPN é de alta qualidade.
Os ingressos para os jogos de futebol no cinema custam R$ 50,00 (inteira) e R$ 25, 00 (meia). Se o torcedor quiser comprar o bilhete pela Internet, vai pagar R$ 2,50 a mais e vai retirar o bilhete nos totens do cinema. O site http://www.cinelivecom.br/ desenvolve esse projeto de transmissões ao vivo nos cinemas do Brasil e hoje exibiu o clássico em doze salas espalhadas pelo País.

Nenhum comentário: