domingo, 25 de março de 2012

CSA vence jogo emocionante contra o ASA


O CSA é o novo líder do Returno do Estadual. O Azulão venceu neste domingo (25) o clássico contra o ASA, de virada, por 3 x 2, e chegou aos 9 pontos, vencendo o Alvinegro nos critérios de desempate. Rony, Kel e Júnior Coxinha fizeram os gols do CSA, com Cléberson, contra, e Lúcio Maranhão marcando para o ASA.
Quarta-feira (28), o Azulão recebe o Sport, às 20h30, no Rei Pelé. O ASA também joga na quarta, contra o CRB, em Arapiraca.

Jogo - O clássico desta tarde começou emocionante. O zagueiro estreante Cléberson tentou recuar a bola para o goleiro Flávio aos 30 segundos de jogo e não viu que o arqueiro estava fora do gol. A bola entrou de mansinho e o zagueiro foi muito vaiado pela torcida azulina: 1 x 0 para o Alvinegro.

O CSA tentou se recuperar na partida e adiantou suas linhas. O time encontrava dificuldades para criar as jogadas e o ASA preparou uma armadilha: se fechou atrás e passou a explorar os contra-ataques. Aos 17´, Valdivia arrancou pelo corredor da ponta-direita, se livrou da marcação e cruzou: a zaga falhou e Lúcio Maranhão bateu firme para fazer o seu 14º gol no Alagoano.

Quando parecia que o Azulão seria goleado diante de sua torcida, o time resolveu reagir. O técnico Lorival Santos trocou o meia Willian César pelo atacante Júnior Coxinha e aumentou o poder ofensivo de sua equipe. Aos 28 minutos, Júnior recebeu lançamento, driblou o zagueiro e chutou forte: Tutti deu rebote e o artilheiro Rony pegou a sobra para diminuir: 2 x 1.
O ASA sentiu o golpe e o Azulão cresceu no clássico. O empate veio aos 31 minutos, depois de outra falha da defesa alvinegra. Aos 31 minutos, o oportunista Kel completou uma jogada confusa na área e marcou o segundo gol dos donos da casa. O Alvinegro não conseguiu mais se acertar no primeiro tempo: com o grito da massa, o CSA seguiu apertando, mas não virou na etapa inicial.

O segundo tempo começou com a mesma toada. O ASA não criava chances de gol e o Azulão seguia mais perigoso. O técnico Heriberto da Cunha adiantou a sua equipe e o adversário passou a explorar os contra-golpes. Num deles, Júnior Coxinha foi lançado em profundidade aos 11´, ganhou do zagueiro Fábio Sanches na trombada e a bola sobrou livre para ele. Com calma, o estreante escolheu o canto esquerdo do goleiro Tutti e marcou o terceiro. Os jogadores do Alvinegro reclamaram muito de falta, mas o árbitro Flávio Feijó nada marcou.
O CSA quase ampliou aos 32 minutos. Júnior Coxinha tabelou com Rony e bateu forte da entrada da área: a bola subiu, mas assustou o goleiro Tutti. Aos 36´, o ASA criou sua melhor chance no segundo tempo: Cal recebeu livre na ponta-esquerda e cruzou com perfeição. Sem marcação, o centroavante Lúcio Maranhão bateu de chapa e a bola explodiu no travessão. Depois desse lance, o Azulão aumentou a marcação e neutralizou as principais jogadas do ASA.

Ficha técnica

CSA 3 x 2 ASA
Quando: hoje (25)
Onde: Estádio Rei Pelé
Árbitro: Flávio Feijó
Gols: Cléberson, contra, e Lúcio Maranhão (ASA); Rony, Kel e Júnior Coxinha (CSA)

CSA: Flávio; Jackson, Leandro, Cléberson e Rafael; Jucemar Gaúcho (Leis), Marcelo, Kel (Claudinho) e Washington; Willian César (Júnior Coxinha) e Rony. Técnico: Lorival Santos.

ASA – Tutti; Chiquinho, André Nunes, Fábio Sanches (Tiago) e Augusto; Audálio, Jorginho (Marcinho), Cal, Gabriel (Thiago Gaúcho) e Valdivia; Lúcio Maranhão. Técnico: Heriberto da Cunha.

Nenhum comentário: