quinta-feira, 22 de março de 2012

Política de contratações do CSA

Lorival Santos prefere indicar os reforços que o clube vai contratar
A chegada do técnico Lorival Santos mudou até a política de contratações do CSA. Ainda neste ano, o gerente executivo Sérgio Vertello adotou um discurso moderno ao ser apresentado à torcida. O dirigente disse que, doravante, os treinadores iriam traçar o perfil dos jogadores que gostariam de contratar e a diretoria se encarregaria do resto.
Vertello trabalhou desta forma com Círio Quadros, mas teve dificuldades para encontrar jogadores de qualidade no mercado. Depois da saída de Círio, o dirigente também caiu e, com ele, o projeto do Departamento de Futebol.
O treinador Lorival Santos voltou ao Mutange com poderes para indicar e até negociar a liberação de atletas. Ele prefere trabalhar dessa forma e ganhou carta-branca da diretoria para montar uma espinha dorsal de sua confiança. Ao contrário de Círio, que falava em obrigação de o time chegar à Série D, Lorival evita fazer promessa. Ele disse que as condições de trabalho não são as ideais – por não ter formado o elenco para 2012 – e prefere esperar para observar a evolução do elenco. “Profetas não se criam no futebol. Também ninguém pode fazer milagre. A melhor coisa foi a equipe ter vencido o Corinthians-AL para ganhar confiança. Mas da mesma forma que vencemos e chegamos ao terceiro posto, podemos perder e cair na tabela. Não podemos nos empolgar”, declarou o treinador.

Crédito da foto: Wallace Bruno/Portal Mais.AL

Nenhum comentário: