sábado, 30 de junho de 2012

Itália e Espanha são embaladas pela confiança


Pirlo esbanjou confiança ao bater este pênalti contra a Inglaterra
Confiança é a palavra que vai marcar a final da Eurocopa na tarde deste domingo (01). A Itália chegou à decisão ao bater a até então invicta Alemanha, considerada uma das favoritas ao título. 


Em confrontos diretos entre as duas seleções, os italianos eliminaram os alemães oito vezes. Antes da semifinal, Pirlo disse que o adversário tinha medo da Itália e não deu outra. Confiantes, os italianos destruíram o favoritismo germânico.


Na outra semifinal, Portugal superou suas limitações com uma impressionante movimentação e criou mais chances de vencer do que a Espanha. Mas a Fúria não se afobou e, depois de conquistar a Copa do Mundo e a última Eurocopa, eliminou o time de Cristiano Ronaldo na decisão por pênaltis.

Para a decisão de hoje, há confiança de ambas as partes. A nova Itália demonstrou que não vive apenas de sua defesa. Foi mortal contra os alemães e tem três atletas que estão fazendo a diferença: o meia Pirlo, o goleiro Buffon e o atacante Ballotelli.

A Espanha conta com os excelentes Xavi e Iniesta, mas ainda tem sérias dificuldades ofensivas. O time tem maior posse de bola que o adversário, troca passes com impressionante precisão, mas sofre para dar a estocada. Ainda lhe falta o pé que balance a rede.

Nenhum comentário: