terça-feira, 31 de julho de 2012

Os extremos da delegação brasileira em Londres





Os extremos são interessantes na delegação brasileira que participa dos Jogos Olímpicos. A atleta mais nova é Ana Sátila, da canoagem, com apenas 16 anos; e o mais velho é Serguei Fofanoff (hipismo), de 43. A ginasta Daiane dos Santos é a mais baixa e a mais leve.

Com 1,44m, ela pesa apenas 41 quilos. Os mais altos são Leandro Vissoto (vôlei), Nenê Hilário (basquete) e Anderson Varejão (basquete), de 2,11m. O mais pesado é Rafael Silva, do judô, com 146 kg.

Neymar

O atacante Neymar desequilibrou no último domingo, e a seleção de futebol cumpriu sua missão de vencer a Bielorrúsia, por 3 x 1, e garantir a classificação antecipada. Melhor que a vitória foi a eliminação da Espanha, que perdeu na primeira fase para o Japão e Honduras. Dos favoritos, seguem na luta Brasil, Uruguai e México.

Fez a diferença

No último jogo, Neymar marcou um golaço de falta e deu duas assistências para os gols de Alexandre Parto e Oscar. O jogador do Santos gastou seu repertório e foi menos individualista, arrancando aplausos da fria torcida inglesa.

Nenhum comentário: