quinta-feira, 15 de novembro de 2012

Jovens craques oscilam e seleção segue sem vencer o G10

Neymar marcou um gol e perdeu um pênalti contra a Colômbia
A seleção criou muitas oportunidades, desperdiçou até pênalti, mas continua sem vencer um time do G10 do Ranking da Fifa. Nesta quarta-feira (14), Kaká demonstrou que vai ser muito útil à equipe de Mano Menezes e os jovens talentos do escrete oscilaram outra uma vez. A idade parece ainda pesar nessa equipe e ela ainda não empolga. Talvez essa dificuldade seja resolvida apenas com um toque do tempo.

Neymar marcou um golaço no empate por 1 x 1 com a Colômbia, nos EUA, mas, assim como a promessa Oscar, alternou bons e maus momentos. Atuando com liberdade na frente, ele também perdeu uma chance clara por ter dificuldades para cabecear. O lance também aumentou a polêmica sobre a falta de um centroavante no time de Mano.

O craque do Santos também isolou a bola na cobrança de um pênalti e a seleção perdeu a oportunidade de bater um adversário qualificado, que ocupa a oitava colocação no Ranking da Fifa. A Colômbia conta hoje com um dos melhores centroavantes do mundo, Falcão Garcia, do Atlético de Madri, se orgulha de seu toque de bola envolvente e ainda montou um bom sistema defensivo. Um dos grandes méritos da seleção no amistoso foi ter isolado Falcão com a atuação segura da zaga, formada nesta quarta-feira por Thiago Silva e David Luiz.

Sem brilho
A CBF errou feio ao marcar o milésimo jogo da seleção para os Estados Unidos. Essa marca histórica merecia uma grande festa no País, com a participação de craques que
ajudaram o escrete a espalhar a sua lenda. A atual administração da CBF é de uma incompetência profissional até para exaltar a joia de sua coroa.

 A próxima
Na próxima quarta-feira (21), em La Bombonera, Buenos Aires, o Brasil vai enfrentar a Argentina no Superclássico das Américas. Neste jogo, apenas atletas que atuam nos dois países foram convocados.


Foto: Ascom CBF

Nenhum comentário: